Teatro dos Correios é reaberto no Centro do Rio com homenagem a atriz Léa Garcia

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Fechado desde 2018, o espaço de 185 lugares voltará a funcionar na próxima quinta-feira - João Victor Ramirez/SMC

A Prefeitura do Rio acaba de reabrir o Teatro dos Correios, no Centro do Rio, agora com novo nome: Teatro Correios Léa Garcia, em homenagem à grande atriz carioca (1933-2023). Fechado desde 2018, o espaço de 185 lugares voltará a funcionar na próxima quinta-feira (11/1), totalmente equipado e climatizado.

A peça escolhida para marcar a nova fase é a aclamada “Macacos”, com texto, direção e atuação do vencedor do Prêmio Shell, Clayton Nascimento, que volta a cartaz para seis sessões: dia 11/1 (para convidados) e dias 13, 20, 21, 27 e 28/1 (sábados e domingos) para o público, com venda de ingressos na plataforma Imply e bilheteria física.

O espetáculo é o relato de um homem preto em busca de respostas para o racismo que rodeia seu cotidiano ao longo da história do Brasil. A peça estreou com sucesso de público e crítica e permaneceu boa parte da temporada carioca no Teatro Ipanema, um dos equipamentos da Secretaria de Cultura incluídos no Cultura do Amanhã, um robusto programa de reforma, modernização e requalificação dos espaços culturais municipais.

O Teatro Correios Léa Garcia reabre de olho na ancestralidade negra. A ideia, segundo a pasta, é apresentar espetáculos teatrais, shows e eventos que abordam ainda as tradições de povos originários e também projetos que proporcionam a pesquisa de culturas populares. Entre as novidades de infraestrutura estão a instalação de um sistema de ar condicionado e a revisão das estruturas de som e luz e também da caixa cênica, além de outras melhorias. A programação ainda está sendo definida.

Advertisement

Leia também

Custas judiciais aumentaram 45% no estado do Rio de Janeiro nos últimos dois anos

Proposta do BNDES para o Centro do Rio inclui calçadões e parque no Canal do Mangue

A cessão do imóvel pelos Correios faz parte do projeto de reestruturação da carteira de imóveis da estatal, iniciado pela atual gestão.

“Estamos cumprindo nossa missão como agentes do governo federal no fomento à cultura. Imóveis históricos, como o do Centro Cultural dos Correios no Rio de Janeiro, que haviam sido abandonados, agora serão destinados para o benefício das brasileiras e dos brasileiros“, afirmou o presidente dos Correios, Fabiano Silva dos Santos.

Atriz brasileira internacionalmente conhecida e com papel essencial para a inclusão dos negros na arte brasileira, Léa Lucas Garcia de Aguiar foi indicada ao prêmio de melhor interpretação feminina no Festival de Cannes, em 1957 ,por sua atuação no longa “Orfeu Negro”, vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro.

Ela também fez história no teatro e na televisão. A atriz foi uma das precursoras da inclusão do negro nos palcos brasileiros, nos quais atuou já na década de 1950 como parte do coletivo Teatro Experimental do Negro.

Teatro Correios Léa Garcia:
Rua Visconde de Itaboraí 20, Centro
Peça “Macacos”: dias 13, 20, 21, 27 e 28. Sáb, às 19h. Dom, às 18h. R$ 30. 12 anos.
Via Imply (ingressos_cultura_rio) e bilheteria física (aberta 60 minutos antes do espetáculo).

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Teatro dos Correios é reaberto no Centro do Rio com homenagem a atriz Léa Garcia

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Teatro dos Correios é reaberto no Centro do Rio com homenagem a atriz Léa Garcia
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui