Teatro Glaucio Gill, em Copacabana, passa por reforma; investimento é de quase R$ 2 milhões

Revitalização está a cargo da Empresa de Obras Públicas do Estado e abrange o mezanino, camarins, fachada, letreiro, banheiros, poltronas e bilheteria

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Teatro Glaucio Gill, em Copacabana - Foto: Divulgação/Funarj

Em obras desde fevereiro, o Teatro Glaucio Gill, em Copacabana, Zona Sul carioca, vai proporcionar mais segurança e conforto para o público, artistas e colaboradores.

O tradicional espaço cultural está recebendo investimentos de cerca de R$ 1,8 milhão do Governo do Rio de Janeiro, por meio de iniciativa liderada pela Fundação de Artes do Estado (Funarj), vinculada à?Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. A reforma tem previsão de conclusão para agosto.

Entre os itens reformados, pela Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (Emop-RJ), estão o mezanino, camarins, fachada, letreiro, banheiros e poltronas, além de mudança na bilheteria.

”A recuperação do teatro possibilitará a devolução à sociedade de um espaço mais moderno e seguro. Esta recuperação valoriza o patrimônio cultural local e regional. As manifestações artísticas serão mais valorizadas e o público estará em um ambiente confortável. Além das obras no Glaucio Gill, destinamos mais de R$ 12 milhões para outros equipamentos culturais da capital e Região Metropolitana”, ressalta o governador Cláudio Castro.

Advertisement

”O Teatro Glaucio Gill é um dos mais importantes equipamentos culturais do estado. As obras que serão executadas pela Emop-RJ no prédio permitirão a preservação e valorização deste espaço, considerado patrimônio da arte teatral no Brasil”, complementa o presidente da Emop-RJ, André Braga.

De acordo com o diretor do Glaucio Gill, Rafael Raposo, com as obras de modernização, o teatro principal, no primeiro andar, ganhará novas plateias laterais e será multiuso de acordo com as produções. ”Passaremos a oferecer a opção do palco ser central, conforme o perfil do espetáculo”, diz.

Ainda segundo Rafael, a mudança de toda parte elétrica será fundamental uma vez que, no período de fechamento devido a Covid-19, as fiações ficaram sem manutenção e causou comprometimento do sistema.

”A reforma, além da segurança, nos permite ainda importar uma mesa de luz com possibilidade de acionamento de LEDs com rapidez nas apresentações. O local renovado agregará valor ao trabalho do artista e a reforma total da fachada será um novo cartão postal de Copacabana”, celebra o diretor.

Com as obras, o Glaucio Gill contará novamente com o teatro menor, que fica no mezanino. Atualmente, está fechado, devido a exigências do Corpo de Bombeiros, renovadas após o incêndio da Boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, há 11 anos.

”O espaço ganha a segunda saída, necessária para a reabertura, e também isolamento acústico. A modernização permitirá ainda que vire um Cabaret Cultural, com música, humor e espetáculos caricatos, acompanhando a tendência internacional”, conclui Raposo.

Na lista dos espaços beneficiados pelo Programa Acelera Funarj – nome oficial do projeto -, além do Glaucio Gill, estão o Teatro João Caetano e a Sala Cecília Meireles, ambos no Centro do Rio; a Casa da Marquesa de Santos, o Teatro Arthur Azevedo e o Armando Gonzaga, nas zonas Norte e Oeste da capital fluminense; e os dois museus niteroienses (Ingá e Antônio Parreiras). A estimativa é que o investimento chegue a R$ 26 milhões ainda neste ano.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Teatro Glaucio Gill, em Copacabana, passa por reforma; investimento é de quase R$ 2 milhões
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui