Tempestade arranca janelas do prédio da Cedae, no Centro do Rio

O vendaval fez com que janelas do penúltimo andar do edifício despencassem no meio da rua, espalhando estilhaços na calçada

Janelas do prédio da Cedae arrancadas pelo vendaval / Reprodução

O prédio da da Cedae, na Cidade Nova, no Centro do Rio, foi uma das edificações que sofreu com a tempestade que atingiu a cidade, nesta terça-feira (3). O vendaval fez com que janelas do penúltimo andar do edifício despencassem no meio da rua, espalhando estilhaços na calçada. Dois carros, que estavam próximos ao prédio foram danificados. Apesar das ocorrências, não há relatos de feridos, informou a empresa.

De acordo com vídeos que circulam na internet, as salas sem janelas ficaram encharcadas, bem como os móveis ali instalados. Em algumas unidades é possível ver que parte do teto desabou e as luminárias ficaram penduradas.

A Cadae informou, por meio de nota que “as fortes chuvas que atingiram o Rio de Janeiro nesta terça-feira (3/1) causaram a queda de janelas do sexto andar da sede da Companhia, na Cidade Nova. Não houve feridos. O seguro foi acionado para realizar os reparos e fazer as vistorias necessárias. O imóvel pertence a um Fundo de Investimento Imobiliário, administrado pela Caixa Econômica Federal, que já foi notificado.”

O Centro de Operações havia informado sobre a possibilidade de chuva forte, acompanhada de raios e rajadas de ventos por volta das 17h, da tarde de terça-feira. Durante a ocorrência, o Rio entrou em estágio de atenção: terceiro nível em uma escala de cinco, indicando que uma ou mais ocorrências já impactavam a rotina de parte da população.

Uma das salas do prédio da Cedae encharcada – Reprodução

As informações ssão do jornal Extra.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui