Terreirão do Samba é interditado pelo Corpo de Bombeiros do Rio

O espaço apresentou irregularidades relacionadas à segurança contra incêndio e pânico. Presidente da Riotur culpa depredações

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) interditou, nesta quarta-feira (18/01), o Terreirão do Samba, localizado na Rua Benedito Hipólito, número 66, no Centro do Rio. O espaço não cumpriu as exigências de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e apresenta irregularidades relacionadas à segurança contra incêndio e pânico. 

O TAC assinado entre as partes, que estava em vigor até 31 de dezembro de 2022, não foi cumprido ou renovado pelos responsáveis legais.

O CBMERJ está à disposição para auxiliar no que for necessário para a regularização do espaço, a fim de garantir a segurança do público, preservar vidas e bens“, afirmou o coronel Leandro Monteiro, secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ.

Desfiles

Advertisement

A 22 dias úteis do Carnaval, nenhuma das escolas do Grupo Especial e da Série Ouro deu entrada no Corpo de Bombeiros do Rio para liberação dos desfiles no Sambódromo. A situação é a mesma em relação às gremiações que desfilam na Avenida Intendente Magalhães.

Segundo a corporação, escolas de samba com até 2 mil componentes devem dar entrada na regularização com antecedência mínima de até 10 dias úteis. De 2.001 a 20 mil componentes, a antecedência mínima é  de 15 dias úteis. 

O presidente da Riotur, Ronnie Aguiar, afirmou que o Terreirão do Samba sofreu depredações em 2022 e por isso foi interditado na última quarta. Segundo ele, roubaram itens de segurança que eram obrigatórios pela TAC.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Terreirão do Samba é interditado pelo Corpo de Bombeiros do Rio
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui