Tijuca Presente completa 4 anos, com redução de criminalidade e forte atuação social

O programa conta com 67 agentes fixos, entre policiais militares e agentes civis, além de 3 assistentes sociais que prestam atendimentos na base

Tijuca Presente na Praça Saens Peña na Zona Norte do Rio/ Foto: Paulo Vitor.

A Operação Segurança Tijuca Presente celebrou quatro anos de atuação, nesta terça-feira (03), com uma solenidade que contou com as participações de várias autoridades e instituições apoiadoras do programa.  

O primeiro ano de atuação do Tijuca Presente gerou um recuo de 74% dos índices de roubos a pedestres, a estabelecimentos comerciais e de veículos. Em todo o seu período de atuação, os agentes do Tijuca Presente realizaram 6.239 atendimentos sociais, 961 conduções à delegacia, além de terem cumprido 287 mandados de prisão.

A atuação intensiva do programa é responsável por números que demonstram o comprometimento dos agentes com a segurança e o bem-estar da população. Somente entre 03 de janeiro de 2022 e 03 de janeiro de 2023, foram realizadas mais de 51.141 abordagens. Sem esquecer o lado social das operações, os policiais também prestaram ajuda à população de rua local, além de realizar diversas atividades assistenciais.

Em discurso, durante a solenidade comemorativa, o major Creveld, coordenador da Operação Tijuca Presente, lembrou que 2022 apresentou uma significativa queda das ações criminosas, além de ter sido um ano de resgate da prestação de assistência social por parte da base.

“É com imenso orgulho que esta coordenação agradece o excelentíssimo sr. secretário de Estado de Governo e a população tijucana, os feitos dessa brava e honrosa unidade do programa presente na Tijuca, nesse aniversário do programa no bairro. Foi um ano muito vitorioso. Nossos dados são a demonstração objetiva e cartesiana do aumento significativo da atividade operacional, e uma redescoberta da importância das ações sociais, resgatando valores do programa de suma importância. Polícia de proximidade é para além da redundância, estar próximo. Tem origens nas falas e ensinamentos do saudoso Cel Nazaré Cerqueira, mas sobretudo no apoio e fortalecimento de nosso Sr. Secretário de governo e de nossa gestão de coronéis renomados a frente da OSP,” afirmou o major Creveld, coordenador da Operação Tijuca Presente.

Criado para reduzir a mancha criminal no bairro da Tijuca, na Zona Norte, o Tijuca Presente conta com 67 agentes fixos, entre policiais militares e agentes civis, além de 3 assistentes sociais que prestam atendimentos na base. Os policiais fazem patrulhamento a pé, com bicicletas, motocicletas e viaturas, todos os dias, das 6 às 22h. O policiamento é feito nas áreas integradas pela Praça Saens Pena, rua Uruguai e Largo da Segunda-Feira.

Participaram da solenidade: O presidente da Associação Empresarial e de Moradores Nova Tijuca, Jaime Miranda; o  subprefeito da Grande Tijuca, Felipe Quintans; o gerente executivo do Alto da Boa Vista, Tiago Fontes; a gerente executiva do Maracanã, Vila Isabel e Grajaú, Maria do Céu; o vereador Rogério Amorim, integrantes da Associação VIGA, do Rotary Club Tijuca, além de comerciantes e moradores da região.

As informações são do Portal Grande Tijuca.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Como assim de 6 as 22 hrs? Trabalho na Saens Pena e as 20 hrs ja estao se reunindo pra bater ponto pra sairem….quem acaba por algum problema ficando as 21 hrs na rua ainda tem que pegar UBER pque depois de 21hrs, ninguem é de ninguem na Tijuca, nao tem mais policia la

  2. Interessante que o morador não percebe essa redução. A população de rua que fica na marquise do BB da praça esta retornando, os furtos a lojas continuam acontecendo, e partes da Conde de Bonfim, que antes não tinha gente dormindo, agora tem. E com isso, aumentou também a quantidade de furtos de peças metálicas de casas e prédios. Nas redes sociais, rolam diversos vídeos das ações desses indivíduos. Só se a melhora que é citada se chama de SUBNOTIFICAÇÃO. Isso é o pessoal perdendo a crença de que a PM resolva alguma coisa.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui