Tite é assaltado durante caminhada na Barra da Tijuca

Ladrão roubou uma corrente de ouro que o ex-treinador usava. Nas redes sociais foi divulgado que Tite ainda levou uma bronca do bandido pela queda da Seleção Brasileira na Copa

Foto: Nelson Almeida/AFP

O Tite, ex-técnico da Seleção Brasileira, foi assaltado enquanto caminhava com a esposa no calçadão da praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O assaltante estava de bicicleta e levou uma correntinha de ouro que o treinador usava.

Nas redes sociais, algumas pessoas afirmam que o bandido reclamou da atuação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo. Mas, a assessoria de Tite negou que isso tenha acontecido.

A informação foi noticiada primeiramente pelo colunista Ancelmo Gois.

O treinador se mudou para o Rio quando assumiu a Seleção, em 2016, e tinha o hábito de caminhar na praia da Barra.

Tite deixou a seleção brasileira após a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo para a Croácia e, atualmente, está sem clube.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Fazueli. Bolsonaro foi íntegro com este mérda, não fêz lobby nem piada pra tirá-lo da equipe, quando da fala desse idiota acaso Brasil fosse campeão, não cumprimentaria o Presidente por defender o PT e Lolla-ladrão, Bolsonaro até teria gerência pra isso, mas ñ fêz, que eu saiba a CBF é subordinada a Presidência da República. FazUeli seu mérda de treinador.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui