Traficantes do Complexo de Israel ordenam fechamento de igrejas católicas em Brás de Pina

Todas as celebrações religiosas, incluindo casamentos e batizados, foram suspensas nas paróquias Santa Cecília e Santa Edwiges por ordem dos bandidos narco-evangélicos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Fachada da Paróquia Santa Edwiges, em Brás de Pina - Foto: Reprodução

As paróquias Santa Cecília e Santa Edwiges, ambas em Brás de Pina, Zona Norte do Rio de Janeiro, tiveram suas missas suspensas neste fim de semana após ordem de traficantes da região conhecida como Complexo de Israel. A informação é da ”Rádio Tupi”. Na favela conhecida pelas bandeiras de Israel, o comando do tráfico é exercido por bandidos narco-evangélicos, adeptos de uma seita pentecostal.

Relatos apontam que motoqueiros armados com fuzis visitaram as igrejas católicas da região – muitas delas quase centenárias – e informaram aos respectivos sacerdotes responsáveis que, a mando de ”Peixão”, líder do tráfico local, as celebrações religiosas, incluindo casamentos e batizados, estavam proibidas de acontecer. Aparentemente, o crescimento da religião católica na região incomoda os bandidos.

Via redes sociais, inclusive, a Paróquia Santa Edwiges informou que os festejos juninos que seriam realizados tanto neste sábado (06/07) quanto no domingo (07/07) também foram cancelados.

Advertisement

”Comunicamos que nosso arraiá está suspenso neste fim de semana. Não teremos Santa Missa e atividades em nossa paróquia também. Igreja fechada. Em breve, retornamos com mais informações”, dizia o comunicado.

Segundo a moradora que se identificou como Heloiza à reportagem do DIÁRIO, a ausência de policiamento na região se tornou a regra, e desde que as forças policiais foram proibidas de atuar por uma controversa decisão do STF, o domínio do tráfico se expandiu de tal maneira que até mesmo no asfalto o acesso de ônibus e automóveis particulares vem sendo controlado é proibido pelos criminosos. “A região se tornou uma grande favela, onde a bandidagem agora quer determinar até mesmo nossa religião. O Rio de Janeiro acabou”, lamenta.

Relatos de moradores dão conta de que é proibido usar camisas com figuras de santos e mártires católicos na localidade, e que as procissões foram proibidas pelo narco-evangélico “Peixão”, que também proibiu a prática de religiões de matriz africana.

O DIÁRIO DO RIO tentou contato com a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (ArqRio) para comentar o assunto, mas, até o fechamento desta matéria, não obteve resposta. A reportagem será atualizada caso a ArqRio queira se manifestar

Apesar de termos recebido informações de mais de 10 moradores da região confirmando o ocorrido, o Governo do Estado nos enviou a seguinte nota, que publicamos na íntegra:

Nota

A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro esclarece que as paróquias Santa Edwiges e Santa Cecília, em Brás de Pina, na Zona Norte da capital, estão abertas e com a segurança reforçada pela Polícia Militar. É importante ressaltar que não houve intimidação ou qualquer tipo de comando de traficantes para fechar as igrejas e que essa informação surgiu de boatos em redes sociais.

As forças policiais do Estado vêm realizando operações na região para retirada de barricadas e para aumentar a segurança da população, rotineiramente, há pelo menos dois meses. O blindado da Polícia Militar está baseado na localidade para evitar a retomada da instabilidade na região, garantindo o funcionamento das paróquias e a segurança dos moradores.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Traficantes do Complexo de Israel ordenam fechamento de igrejas católicas em Brás de Pina
Advertisement

11 COMENTÁRIOS

  1. Curioso que bater de frente com muçulmanos em países de maioria islâmica os evangélicos não se atrevem. Sabem que a lei islâmica prevê até a morte como consequência da tentativa de assédio religioso e evangelização da outra religião (muçulmanos).

    Então aqui os evangélicos fazem com outras religiões é muito semelhante com o que aqueles islamitas praticam quando são dominantes.

    Ou seja, ambos (islamitas e evangélicos) são farinhas do mesmo saco (e literalmente de abraao junto com católicos)

  2. Bom, se não houve “INTIMIDAÇÃO”, porque a PM estava no local? Estranho não é?
    É simples, manda quem pode e obedece quem tem juizo!

  3. É FÁCIL ENTENDER POR QUE UM TRAFICANTE PODE SER EVANGÉLICO. SOLA FIDE – SALVAÇÃO SÓ PELA FÉ. O RESTO QUE SE DANE. ELES NÃO ACREDITAM NA NECESSIDADE DE FAZER BOAS OBRAS E ANDAR NA GRAÇA SANTIFICANTE PARA SER SALVO! VIRTUDES HERÓICAS? ELES NEM SABEM E QUANDO SABEM, ZOMBAM DISSO!

    TUDO ISSO SÓ ME VEM A COMPROVAR CADA VEZ MAIS QUE O PROTESTANTISMO FOI FORJADO POR SATANÁS NO INFERNO. DESDE 1.517 OS POVOS FORAM PERDENDO AOS POUCOS OS VALORES DAS VIRTUDES, PIEDADE ETC.

    PAX.

  4. Evangelistão do Pó!

    Essa combinação de evangélicos + político + militares + narcotráfico está dominando o país inteiro.

    Arábia Saudita e seu teocracia ditatorial é fichinha perto disso.

    Toda vez que abre uma igreja no meu bairro eu fico triste. Penso: mais um lugar de lavagem de dinheiro, espoliação dos doentes da alma e um centro de distribuição do lema “Deus, Pátria e família”.

    Enquanto não tratarem o Evangelistão do Pó com seriedade, isso não vai parar de crescer e tomar conta ainda mais de tudo na sociedade.

    • Por incrível que pareça, eles acham. REALMENTE ACHAM! É o conceito de Sola Fide do Protestantismo, que abole a necessidade de obras e santidade de modo a evitar o pecado.

      Eles também acreditam em conceitos como segurança eterna. Para eles, a pessoa aceita a Jesus uma vez e jamais pode perder a Salvação, ainda que cometa todo tipo de pecado.

      No Protestantismo, você pode mentir, roubar, fornicar, matar, cometer todo tipo de atrocidade imaginável, e ainda assim ser salvo, bastando crer e clamando ter Jesus como seu Salvador.

      O narcotráfico é um grande mal social aos corpos e mentes. O Protestantismo é um grande mal para as almas. Um mal ainda pior é a fusão destes dois.

      Se a vida fosse um jogo, narco-evangelismo seria um chefe ultra secreto que só pode ser enfrentado após o jogador maximizar os pontos em todas as barras.

      O Rio de Janeiro realmente não é para amadores e ingênuos.

      Ninguém merece, viu?

      Vou te contar…

      Deus tenha Misericórdia do Brasil.

      Afinal, há uma quadrilha, um narco-partido na Presidência. Outro mal gigantesco.

  5. Em breve, no Brasil inteiro, essa será a norma. Narco-evangélicos é a expressão mais irracional da sociedade brasileira nos últimos tempos. Imagino o quanto esses bandidos estão montando parceira com outros evangélicos no poder público.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui