Traficantes mandam fechar comércio do Porto Maravilha neste sábado

Por volta das 10h, por telefone, traficantes mandaram baixar as portas de todos os comércios de rua da região da Sacadura Cabral, a menos que pagassem R$ 1.500 ''para ajudar na libertação de um amigo''; em caso de descumprimento, um moto-taxi passaria dando tiros

parte do Porto Maravilha vista de cima

Uma região que vem se desenvolvendo rapidamente com lançamentos de diversas construtoras nos últimos tempos; que viu a venda de seu maior terreno – o histórico Moinho Fluminense – ocorrer e que aguarda ansiosamente o destino da antiga fábrica inaugurada na presença da Princesa Isabel, ainda na era monárquica. Este é o panorama do Porto Maravilha, que vem ganhando um crescimento exponencial, inclusive com o sucesso de empreendimentos comerciais como o Aqwa e o Vista Guanabara, edifícios de padrão internacional que se encontram mais de 90% ocupados.

Tudo caminhando pra ficar novo e tinindo como nos planos do prefeito Eduardo Paes, certo? Bem, é o que parecia até a manhã de hoje, sábado (17). Hoje pela manhã mais de 30 comércios da rua Sacadura Cabral, artéria que liga a Praça da Harmonia à Avenida Rio Branco, receberam o mesmo – desagradável – telefonema. Do celular 21-96725-1094 originou-se uma ligação ameaçadora para quase todos os comércios que estavam de portas abertas no sábado de manhã. E, com ela, os bandidos fizeram refém toda uma região.

Por volta de 10 da manhã, o telefone começou a tocar em todas as lojas, e o papo reto era o mesmo:

  • Quero falar com o dono da empresa. Cadê o responsável daí? É daqui de cima que estou falando, e a gente está arrecadando 1500 reais de cada comércio da região porque a gente precisa soltar um amigo que foi preso. Quem não colaborar, tem que baixar as portas.
  • Olha, (palavrões), daqui a pouco um moto-taxi vai passar aí na porta. Se vocês não fecharem as portas, a gente vai meter bala!!!

Minutos após a ligação ameaçadora, o comércio inteiro da Sacadura Cabral baixou as portas, submetendo toda a nova região – menina dos olhos do Prefeito Eduardo Paes e sua equipe – ao poder do tráfico e da violência. Fábrica de Bolos, Oficinas Mecânicas, Bares, Imobiliária, Restaurantes, Salões de Cabeleireiro, todos baixaram suas portas, mostrando-se, pela primeira vez de forma tão clara, a face do Poder Paralelo na região justo quando ela começa a ganhar grande pujança econômica e protagonismo dentro da cidade. Projetos sensacionais como o Porto Maravalley, do ex-secretário Chicão Bulhões, de transformar a região em relevante pólo tecnológico, pode sofrer grandemente caso a região de fato caia de joelhos sob ordens do poder paralelo.

Por volta de 10:30 todo o comércio da região estava fechado e o Porto Maravilha ajoelhado aos pés do poder paralelo do tráfico de drogas do Morro da Providência. O DIÁRIO conversou com funcionários de duas empresas que se viram obrigadas à submeter-se ao poder paralelo. “Ao baixarmos as portas, e deixarmos a empresa, homens nos acompanharam com os olhos, e depois correram em direção à rua do Propósito“, disse F., faxineira de uma das empresas. Detalhe que o 5o. Batalhão da Polícia Militar fica exatamente a 50 metros da porta da empresa em questão. “Era de se esperar que este dia chegasse, desde que a rua do Livramento transformou-se numa grande favela no asfalto, tomada por cracudos, viciados e delinqüentes que colocam sofás nas calçadas, baixam as calças na frente de todo mundo e muito mais“, queixa-se M., gerente de uma fábrica próxima. Um atendente de um bar próximo, que funcionava de portas baixadas, disse: “Somos um raro caso: Temos nosso próprio batalhão, mas não temos polícia na rua“.

A reportagem caminhou em direção à esquina da Livramento com a Sacadura Cabral e a cena é realmente desoladora: a rua, antes ativa, com comércio parecido com o da Sacadura, se tornou uma extensão da favela da Providência. São dezenas de pessoas vagando sem destino, e todo o lado ímpar da Livramento, aparentemente, submete-se à autoridade “lá de cima“. Um bar clandestino funciona no meio da rua, e materiais de obras ocupam a calçada e as pistas de rolamento. Os imóveis parecem terem sido quase todos invadidos. Segundo uma senhora nos informou, estes imóveis pertenceriam ao município, que tê-los-ia desapropriado há mais de uma década atrás, com o intuito de transformá-los em moradias populares. “Por alguma razão, o projeto teria sido abandonado e a partir daí, praticamente todos foram invadidos, e hoje são edificações em estado miserável que abrigam todo o tipo de criminalidade e vício. Acho que isso tudo contribui pro que ocorreu hoje“, disse ela, que pediu anonimato.

Na rua do Livramento, junto à Sacadura Cabral, nasce uma nova favela, com ocupação de rua e calçadas por bares clandestinos. A SEOP, consultada sobre o ocorrido, informa que “o assunto não cabe a prefeitura”.

O DIÁRIO DO RIO procurou a Polícia Militar, a CDURP e a Prefeitura. A Seop disse que “o assunto não cabe à Prefeitura“, apesar de o fato ocorrer numa das áreas que mais recebe atenção e projetos da municipalidade no momento, e de caber exatamente a ela, Seop, manter as calçadas em ordem, sem vendedores ambulantes clandestinos e sem construções ilegais que sirvam de anteparo à caminhada do cidadão pelos passeios. A CDURP informou que fará uma checagem das informações e a PM, até o momento da publicação desta matéria, não se pronunciou.

Atualização – 17 de setembro de 2022 – 17h30

A Polícia Militar informou que ”equipes policiais do 5º BPM (Praça da Harmonia) e da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Providência seguem atuando com o policiamento ostensivo na região da Rua Sacadura Cabral” e que ”até o momento, não foram constatadas alterações na área comercial”.

A Equipe do DIÁRIO retornou ao local e verificou que, no fim da tarde, a situação já aparentava normalidade, embora o comércio da área, exceto bares e restaurantes, só funcione nos sábados até o início da tarde.

Advertisement

39 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia . Como morador da rua do livramento venho aqui esclarecer alguns comentários acima :
    Primeiro : se há lugares que hj são invadidos com certeza é por quem não tem moradia . Correto ?? Até pq eu me declaro morador de uma dessas invasões por que não tenho moradia . Obs: moradia é um dos direitos constitucionais .
    Segundo : é mais fácil distribuir auxílios do que proporcionar empregos
    E ainda dizem “mais x valor por cada criança “ ou seja incentivando colocarem ainda mais crianças no mundo para viverem na miséria . Afinal como morador da rua do livramento eu ouço usuários ou não de drogas mas que recebem auxílios faltem em voz alta :” trabalhar pra que ?? Ganho café da manhã , almoço jantar e 600 de auxílio , trabalhar pra que???
    Para resumir na minha humilde burrice acho que ao invés de falarem como acima nos comentários foi feito de Bolsonaro , lula e etc … deveríamos sim fiscalizar o que políticos fazem por nós nas câmaras no senado em todos os lugares onde se destinam interesses públicos . Sendo esquerda ou direita o Brasil está na merda há anos . E até hj ninguém tem feito nada , e pior é a amnésia eleitoral dos eleitores . Hj vem irmãos , filhos , netos ,sobrinhos e etc de montoeira de políticos corruptos , que veem afundando o Brasil há anos . Legião urbana e Cazuza já cantavam o lixo que é a política hj e sempre .
    Terceiro : enquanto houver corrupção no país , a tendência é só de piorar . Se preocupam com pontos turísticos , roda gigante , Áqua rio , museu do amanhã , museu de arte e etc.. tudo na região do Porto desde praça Mauá até praça da harmonia , mas antes de todas as obras deveriam ter sido feitas obras para a estruturação local ou seja acabar com as mazelas do bairro . Mas corrupção e roubar o dinheiro público é o objetivo politico no Rio de Janeiro. Tudo questão de boa vontade política . Não só Bolsonaro lula ou seja quem for . Precisamos ver o bem público só isso . Tem de ser bom para todos . Sou morador do lado ímpar da rua do livramento e graças a Deus vivo em paz . Sem julgo do tráfico como foi dito acima . Vivo minha vida e eles a deles . Cada um na sua . Aos que gostam de discutir partido deveríamos ter visto tudo isso há muitos anos atrás . Rio de Janeiro não se vendia crac hj vende . Milícia era grupo de extermínio onde não se criava nada .
    Mas o dinheiro faz muito ser humano se corromper . Esse é o problema . Aos que comentaram acima tenho certeza de que todos mas todos nem perto daqui vivem . Falam o que não sabem , falam o que não veem , falam o que não vivem . Hj tenho 43 anos desempregado , ensino médio desejando grau superior . Morador de uma das invasões da rua do livramento . Solução ?? Tem sim .
    Legalize as invasões ajudem as pessoas a melhorarem ao invés de acusar . Fazer políticas públicas para acabar com usuários de drogas isso é uma doença . Depois que deixaram o crac chegar no Rio de Janeiro vemos hj zumbis andando ao redor das comunidades caçando uma forma de ter dinheiro pra usar a pedra . Mas e aí ??? Enquanto tiver corrupção nada aqui vai para frente . Fingem fazer mas não fazem nada . Abaixaram os preços de combustíveis, alimentação , e mais algumas coisas . Sabe pq ?? Não ?? Eleições . Simples assim . Virada do ano veremos o que vem por aí . Como todo ano acontece . Tendência piorar . Tanto político professor , médico , policial kkkk pqp educação pública de merda , saúde tá doente , segurança está insegura esse é o Brasil . Rio de Janeiro . Vamos olhar mais por nós mesmo pesquisar o que cada candidato tem feito pra terem nosso voto só isso já ajuda muito .

  2. Estou vendo a turma apontar o dedo para o politico a ou b. Porem o problema da favelização do Rio é um problema de falta de governo carioca onde tivemos ao longo dos 40/50 anos governantes totalmente alienados e indiferentes a realidade. Todos sabemos que crime abastece $$$ a politica. É fato que a maquina publica esta totalmente ligada a isso e nao quer resolver. Veja os fatos simples as fabricas fecham as milhares no Rio e o governo nada faz. Comercio esta agonizamdo a 30 anos e nao temos um refresco. A saude é terrivel e nos empurra a gasta um fortuna no pessimo e carterizado saude privado. Visto isso o Rio precisa de um choque de ordem urgentemente ou em poucos anos seremos um estado citiado.

  3. Padrão paespalho de ação: promete e não cumpre. Ele não é amigão dos chefes do tráfico? Os esquerdinhas comentando, falando mal do Governo Federal mas esquecem (convenientemente) que quem deixou o RJ mais a mercê da bandidagem foi o tão querido deles sstf. A partir do momento que esses togados (para ser educada) proibiram as ações policiais, deram poder de ação aos bandidos. Parabéns aos envolvidos que votam em partidos “violência não”, ” mais livros, menos armas”, ” mais flores, menos violência”… Quando um bandido desses enfiar uma arma na cara e ameaçar vc e sua família, ofereça um livro, uma flor e um sorriso…

  4. Walquiria Lobato, veja o que você pede, porque isso pode se voltar contra você; essa pessoas são brasileiras como você. Essas pessoas são brasileiras como você, independente de ideologia política. O que você pede é pecado.

  5. Pois é…aí quando o cara lá de Brasília diz que bandido deve ser tratado na porrad@ a esquerda chora, não gosta, diz que o cara é violento blá blá blá blá blá. Tenho a solução: levem flores e livros para a bandidagem!

    • Bandido bom, é bandido morto! Esse raça protegida pela classe artística e do judiciário, vem tocando terror e ninguém pode fazer nada com os “santinhos”.

  6. É óbvio que esse tipo coisa ganharia força com um miliciano metido a herói da pátria no poder, não defendo o pt, mas pelo menos no governo deles o Brasil não era palco de ódio, e os bandidos nunca foram tão longe assim na violência, só o gado dele que só ler o que convém pra eles acredita nas histórias que ele conta, miliciano, retardado, ele quer se tornar o ditador do Brasil nos próximos 4 anos, bolsonarista é surdo e cego, não importa o quanto você mostre a verdade eles ainda acreditam no bandido miliciano, nenhum deles se quer foi atrás do passado do Bolsonaro, imbecis.

    • Já Bolsonaro’s com rachadinhas, relação com milícia, inclusive família lotada no gabinete do pai e dos filhos, mais de 50 imóveis comprados em dinheiro vivo, as ex-mulher empregada em gabinetes dos filhos…
      Ah, e tem orçamento secreto. Não vale dizer que Bolsonaro não tem parte nisso.
      A chave do cofre da União fica na mão do Poder Executivo Federal, isto é, Governo Bolsonaro.

      • Não! Isso não é governo Bolsonaro! Entregar parente em cargo de confiança nunca foi ilegal, o que não pode é cargo que exija concurso, quanto as rachadinhas e imóveis em dinheiro vivo, já tá pra lá de explicado pra quem acompanha a imprensa limpa e sem viés político, procure se informar, são apenas boatos pra pegar bobo que a oposição lança pra desmerecer um governo limpo, pois querem voltar ao poder pra voltarem a roubar como faziam!

        • Está errado seu entendimento sobre ilegalidade no emprego de parentes em cargo público.

          Todo cargo em função de comissão é de confiança.

          O entendimento do que seja nepotismo foi construído a partir da jurisprudência dos Tribunais, interpretando princípios constitucionais da legalidade e moralidade.

          Nesse sentido a vedação de emprego de parentes até segundo grau em cargos públicos de órgão do qual fosse a autoridade.

          No entanto, excepciou a situação pontual preenchidos requisitos como formação ou histórico de atuação na área.

          Veja o filho do Crivella que tentou nomear para Secretário Municipal mas não conseguiu. Foi barrado na Justiça.

          E independentemente de não se enquadrar como nepotismo (por exemplo, nomeando a nora, o cunhado…) tem-se, sob a ótica da moralidade administrativa, uma situação altamente questionável.

          Lembrando o escolio de mestres do direito administrativo, violar um princípio é mais grave que uma regra.

  7. Tudo o que li foi gentrificação. Revitalizou o espaço PÚBLICO? Joga fora os pobres e as famílias desalojadas fruto de um investimento privado que lucra mantendo um exército de desempregados. Afinal mão de obra e dinheiro nunca faltará

  8. A partir de um telefonema, tudo fecha. Até poderia ser um trote… Algum propósito eleitoral… em época de eleições.
    Esses talvez não quisessem trabalhar mesmo… Vagabundos!

  9. O ressurgimento do Rio como referência e a volta do crescimento econômico da antiga capital NÃO pode ser ameaçado por esse tipo de coisa…
    A área do porto maravilha é a região que trará os caminhos da prosperidade para o Rio e precisa ser blindada de qualquer ameaça a esse projeto…
    Que limpem o morro da providência de qualquer bandido que lá esteja e limpem todo o bairro de tudo que for ameaça ao projeto porto maravilha…
    Doa a quem doer, o Rio é MUITO importante para o Brasil e nada pode atrapalhar isso!
    Que seja feito exemplar nesse quesito para que nunca mais isso ocorra novamente…

  10. Gostaria de parabenizar nosso Ministro do Supremo sr. Fachin. Objetivo alcançado. Pena que o Sr. Não more no Rio de Janeiro para sentir todos os benefícios que a medida de proteger bandidos nas comunidades vem trazendo para os cariocas.

  11. Podia fazer uma matéria também sobre o Hotel Atlântico Tower ( antigo Hotel São Francisco) – esquina da Av. Rio Branco c/ Visconde de Inhaúma- teve de fechar as portas depois que 3 imóveis invadidos ao lado instalaram no local 1 boca de fumo.

  12. Até quando isso Sr. Prefeito? Obedecer ordem de traficante? Cadê o direito das pessoas? Cadê o direito dos Comerciantes e das Empresas de terem o seu negócio funcionando com segurança e tranquilidade nessa cidade? O Rio não merece mais passar por isso. As pessoas não aguentam mais essas coisas, serem reféns de bandidos. Pagam impostos, aluguéis caros, reformas e etc…pra isso? Vergonhoso e inadmissível essa situação. CHEGA DE VIOLÊNCIA!!!!!

  13. O sujo falando do mal lavado. Está na hora de mudar a história do RJ, do jeito q está não pode continuar… Governador metido em corrupção como já mostrado, sendo investigado pelo MPE.
    Se ganhar não assume…

  14. Bandidos têm sido os sucessivos governos desse Estado, inclusive o presente vinculado a uma Assembleia em que se necessário entrar, vá sem sua carteira. Não é fato que Freixo seja defensor de bandido, a atuação dele na CPI das Milícias não corrobora tal afirmação.

  15. Nada vai acontecer porque a polícia recebe arrego do tráfico então eles podem agir com impunidade. E a prefeitura e o governo do estado só tem bandido preocupado com eleição, são todos os vermes corruptos, lixos, ligados ao crime organizado, adoram a propina e o arrego.

    • Nossa quanto preconceito
      Pois na favela e embaixo da favela tem lugares e pessoas maravilhosas. Muito mais sensatos , verdadeiros e educados que muitos burgueses mal-educado

    • Tragédia anunciada é vc abrir a bok pra falar essa besteira,pois saiba vc que na favela e embaixo da favela tem pessoas e lugares maravilhosos pessoas educadas que sabem ir e vir em qualquer lugar diferente desses burgueses mal-educado.

  16. não existe negócio que resista a bandidagem, inclusive quando esta – também – vem do poder constituído e de suas forças de segurança. a questão não é defender bandido, mas de qual bandido se fala e se defende.

  17. Não existe negócio que resista à bandidagem. Sem segurança pública, como ter paz pra trabalhar? Por isso que não adianta ACRJ e FIRJAN fazerem congressos sobre como retornar a indústria e comércio pro nosso estado. E ainda existem aqueles que defendem bandido. Tudo inviabiliza o Estado do Rio de Janeiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui