TransBrasil inicia operações neste sábado, da Penha ao Terminal Gentileza

Além disso, o BRT TransBrasil oferecerá um serviço executivo para o Aeroporto do Galeão

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

A primeira linha da Transbrasil será lançada pela Prefeitura do Rio neste próximo sábado (23/02), operando das 12h às 14h, ligando a Penha ao Terminal Integrado Gentileza, que será inaugurado simultaneamente, com intervalos de 10 minutos entre as viagens e tempo de percurso de 20 minutos. O preço da passagem (R$ 4,30) será o mesmo cobrado em todos os modais municipais.

Além disso, o BRT TransBrasil oferecerá um serviço executivo para o Aeroporto do Galeão das 6h à meia-noite, com tarifa fixa de R$15. O corredor era inicialmente esperado para 2017.

A abertura em etapas da Transbrasil acontecerá um dia após a cerimônia de inauguração do Terminal Intermodal Gentileza (TIG), marcada para esta sexta-feira (23/02) com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O TIG, localizado entre São Cristóvão e o Centro do Rio, será o maior terminal integrador de transporte público do Rio, unindo o novo corredor BRT, 14 linhas de ônibus municipais e as linhas 1 e 2 do VLT. O terminal espera receber mais de 150 mil pessoas diariamente. O projeto contou com um investimento de R$ 250 milhões da prefeitura e teve suas obras iniciadas em 2022.

O Terminal homenageia José Datrino, o Profeta Gentileza, conhecido por suas inscrições nas colunas dos viadutos do Gasômetro e da Perimetral. Em dezembro passado, algumas das colunas dentro da plataforma do BRT Transbrasil passaram por um processo de restauro e conservação, preservando essa memória da cidade.

Advertisement

Com 26 quilômetros de extensão, 18 estações e dois terminais, o corredor expresso conectará Deodoro, na Zona Oeste, ao Centro do Rio, passando por 18 bairros e com previsão para transportar 250 mil pessoas por dia até 2030. Somente a partir de 30 de março, o BRT começará a operar de Deodoro ao Terminal Gentileza.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp TransBrasil inicia operações neste sábado, da Penha ao Terminal Gentileza
Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. Vendo os comentários acima somado a notícia q vi hj sobre a implantação da linha 4 do VLT Praça XV x TIG com tempo estimado de “incríveis” 29 min. Tempo q se leva de metrô da Pavuna ao Maracanã só reforça a limitação desse projeto colocando o VLT como carro-chefe da integração e mobilidade para o Centro. O VLT somente para quem vem da avenida Brasil, a massa trabalhadora não proporcionará fluidez e economia tarifária ao meu ver. É preciso fazer campanha para q o BRT chegue até a Candelária como projetado antes e para a linha 5 do metrô passe a existir. O VLT só serve para turistas, quem transita pelo centro e moradores, locais e dos arredores, com linhas sendo estendidas para São Cristóvão atendendo a feira nordestina, São Januário, CADEG, Tijuca, Vila Isabel, Andaraí, chegar até Botafogo no máximo.

  2. Concordo com vc Jorge. A exemplo disso, a prioridade na sinalização no centro do RJ é do VLT que acaba fazendo com acarretam engarrafamentos. Aquele sinal na Presidente Vargas, na altura da Candelária cruzando com a Rio Branco é péssimo. Sempre fico alí um tempão para atravessar o VLT. Outro exemplo é no final da Rio Branco, cruzamento com a rua da Carioca na altura do edifício central. Pior aínda.

  3. Depois de 10 anos de muita roubalheira e anos de muito inferno no trânsito da Av Brasil .. finalmente tudo pronto para a reeleição !
    Vamos ver q bosta isso vai dar ?

  4. Quero ver como vai funcionar mais um sinal de trânsito para o VLT desta vez fechando a interseção entre Av.Brasil, Francisco Bicalho, Rodrigues Alves e Av.Rio de Janeiro. Minha estimativa será parar o Rio de Janeiro. Esse terminal foi construído no lado errado da avenida e vão fazer um monte de gambiarras para torna-lo funcional. Se fosse bom de fato, por que as “aberturas escalonadas” por horários nos quais não atenderão a necessidade de “rush”. Sem contar a tal proibição de transito de caminhões na Brasil entre 4 e 10 horas, justamente do horário de transporte de carga designado pela prefeitura. Farão isso durante o dia? Senão alguns lugares ficarão desabastecidos. Muitas dúvidas e um projeto esquisito.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui