Por André Delacerda

Trem de Alta Velocidade Eu sou plenamente favorável ao transporte ferroviário no Brasil. O país perdeu muito tempo não priorizando e/ou dando um salto neste tipo de modal. Quantas pessoas poderiam está sendo transportadas, e a quantidade de cargas.

 

Não podemos nos esquecer que o transporte ferroviário precisa também ser priorizado nas áreas metropolitanas. O Rio ainda tem muito que trilhar nesse caminho, os usuários precisam voltar a usar o trem com vontade, mas para isso a melhora na qualidade em todas as linhas é fundamental.

Porém, mais uma polêmica surge no ar carioca, ou melhor nos futuros trilhos do Trem Bala.

 

Tudo começou quando o reitor da UFRJ, Aloísio Teixeira, ao consultar o site do projeto do Trem Bala, viu que o traçado do mesmo cortava a cidade universitária e poderia acabar com o processo de expansão daquele campus universitário.

Foi então que o Conselho Universitário aprovou monção de protesto contra a forma que o projeto foi exposto, com a ausência de informação qualificada e os prazos irrisórios da consulta pública.

Em resposta a Agência Nacional de Transporte Terrestre – ANTT diz que o traçado agora será subterrâneo dentro da cidade do Rio.

 

Cá para nós, sabemos que o metrô para abrir um túnel de 900 metros (e olha que já havia uma parte escavada desde a década de 80), exemplo estação Cantagalo a General Osório levou quase dois anos ou mais. Imagina, para se escavar um túnel em todo trajeto urbano do futuro traçado do Trem Bala na cidade do Rio de Janeiro?

 

Se for assim, creio que este não vai está pronto até 2014, quando se propunha inaugurar a obra visando a Copa de 2014.

 

A população e a sociedade organizada têm até 15 de setembro para se manifestar sobre o projeto e traçado do Trem Bala, nesta consulta pública. Vamos torcer que as coisas andem. 2010 já está ai.

 

Que o Barão de Mauá, pai da ferrovia no Brasil dê a luz nesse projeto para que as linhas não sejam tortuosas demais.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui