TSE mantém indeferimento do TRE-RJ sobre a candidatura de Witzel ao Governo do Estado

Wilson Witzel foi alijado do cargo, em abril de 2021, acusado de corrupção na pasta da Saúde, em plena pandemia de Covid-19

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Wilson Witzel durante o seu curto governo / Foto: Carlos Magno

Em um julgamento rápido realizado, nesta terça-feira (27), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE) de indeferimento da candidatura do ex-governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PMB), para concorrer ao mesmo cargo nas eleições de 2022.

A sentença foi prolatada pelo ministro Benedito Gonçalves que, de forma sucinta, afirmou que não caberia à Corte “decidir sobre o acerto ou desacerto de outros órgãos do Judiciário” sobre o caso.

Eleito na onda bolsonarista de 2018, Wilson Witzel foi alijado do cargo, em abril de 2021, acusado de corrupção na pasta da Saúde, em plena pandemia de Covid-19. Com o impeachment, o ex-governador tornou-se inelegível por um período de 5 anos.

A inelegibilidade de Witzel foi validada pelo TRE-RJ, em setembro deste ano, por 7 votos a 0.

Advertisement

Leia também

Esgarçamento da polarização direita e esquerda pode afetar eleição carioca?

Aterro Restaurado e o Fim do Pulinho de São Conrado

As informações são do Poder 360.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp TSE mantém indeferimento do TRE-RJ sobre a candidatura de Witzel ao Governo do Estado

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui