Uber Moto é disponibilizado no Rio de Janeiro

Transporte terá uma tarifa mais barata que a opção de carro 'Uberx'

Foto: Gratuito para usar sob a licença Pixabay

A Uber, empresa privada de transporte, anunciou que os clientes do Rio de Janeiro já podem solicitar a opção de viagens em motocicletas. O Uber Moto estava disponível em apenas 160 municípios brasileiros, mas só a partir de agora já é possível andar de moto em qualquer parte do estado fluminense. O preço, inclusive, é menor que a opção “Uberx”.

Foto: Reprodução/Aplicativo

Originalmente, o Uber Moto foi lançado em Aracaju, no ano de 2020. Durante todo esse tempo, a empresa fez estudo para comprovar a utilidade da nova opção. Com os resultados, a Uber percebeu que as viagens de moto são um complemento das opções de transporte, principalmente para os que utilizam transporte público.

“O que percebemos é que, além dos deslocamentos rotineiros, existe um uso constante de chegada e partida de estações e terminais de ônibus, trens e metrô, comprovando que esse é um produto que também complementa o deslocamento de usuários que utilizam a malha pública de transportes”, disse a diretora de marketing da Uber no Brasil, Luciana Ceccato.

Os motociclistas interessados já podem se cadastrar no aplicativo da Uber para trabalhar na função. É necessário ter CNH definitiva de motocicleta e observação de atividade remunerada. A empresa oferece ainda seguro para acidentes pessoais em todas as viagens tanto para o condutor, como para os passageiros.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. isso não vai dar certo no Rio – o povo aqui anda em moto sem placa, sem documento, sem habilitação, ou seja, custo zero!!!! a uber vai exigir tudo em ordem (exceto a vida pregressa da pessoa) e mais as suas taxas – um mototaxista no rio não levanta o forevis do lugar por menos de dez pratas

  2. Bom aproveitar serviços por aplicativo enquanto “O Amigo do Meu Pai” não os extingue com medidas que obriguem vínculo empregatício entre operadoras e prestadores, como prometido, implicando em encargos sociais que, além de onerarem, poderão diminuir e inviabilizar Uber e tantos outros.

    “Pra frente, Brasil!”

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui