Foto: Divulgação Governo do Estado

Nesta quinta-feira (20/08), a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) fará uma doação de 400 frascos spray de álcool glicerinado à ONG Redes da Maré, para distribuição na comunidade. Um ônibus sairá da Uerj, no Maracanã, às 10h, com os profissionais envolvidos no projeto, e seguirá para a ONG, que fará a entrega aos moradores.

No início da pandemia, o Instituto de Química da Universidade começou a produzir álcool 70% e álcool glicerinado para suprir a demanda do Hospital Universitário Pedro Ernesto (Hupe), da Policlínica Piquet Carneiro (PPC) e de setores que precisam manter o serviço presencial. Mas a produção cresceu, ganhou a colaboração de alunos, técnicos e professores voluntários, e agora chegará às mãos de quem mais precisa.

Outros 400 frascos estão sendo produzidos e também já têm destino certo: a comunidade da Mangueira, vizinha ao campus principal da Universidade. Para essas duas doações, os professores do Instituto de Química se cotizaram e compraram os 800 frascos borrifadores de 100 ml. Coordenado pelos professores Alexsandro Araújo e Jefferson Gois, o projeto conta ainda com recursos da Uerj e doação de materiais, vasilhames e insumos feita por empresas, como a BR Distribuidora, e também pessoas físicas. Até o momento, foram produzidos para consumo interno mais de 3.500 litros de álcool.

Segundo o diretor do Instituto de Química, Alexsandro Araújo, ao longo do trabalho surgiu a ideia de ampliar a produção para ajudar comunidades carentes do Rio de Janeiro.

O álcool glicerinado é ideal para a desinfecção das mãos porque é menos volátil, permanece mais tempo na pele e contém emolientes que hidratam, evitando o ressecamento das mãos. Além disso, é até mais seguro. Para fins de doação, estamos produzindo só o glicerinado e em frascos pequenos, de 100 ou 200 ml“, explica Araújo.

Outros setores da Uerj também colaboraram para que a doação de álcool virasse realidade: equipes do projeto de extensão Standupet/Faculdade de Oceanografia, da Prefeitura dos Campi e da Gráfica ajudaram, participando da impressão de etiquetas, rotulagem, envasamento dos frascos e do contato com as comunidades.

“Essa é a beleza da universidade pública: ela não produz apenas conhecimento, está atenta às necessidades da sociedade”, afirma Marcelo Lima, especialista em gestão ambiental que atua na Prefeitura dos Campi da Uerj.

Cariocas podem ajudar


Doe frascos de 100 ml ou 200 ml (borrifadores, dispensadores ou dosadores), que serão usados para distribuição do álcool às comunidades. Os recipientes devem ser entregues no campus Maracanã da Uerj, na portaria do Pavilhão Haroldo Lisboa da Cunha (Haroldinho), das 9h às 17h, aos cuidados do professor Jefferson Gois.

Além disso, quem quiser ajudar também pode compartilhar a campanha em suas redes sociais. Informe-se através do site.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro


Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui