Foto: Reprodução/Uerj

Uma pesquisa pela Policlínica Piquet Carneiro (PPC) da Uerj rem parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) vai possibilitar a oferta de um novo tratamento a pessoas que sofrem com pé diabético. A terapia será aplicada no Ambulatório de Cirurgia Vascular da PPC, em voluntários que apresentem feridas nos membros inferiores decorrentes da diabetes, doença que atinge cerca de 13 milhões de pessoas no Brasil.

Segundo Douglas Poschinger, médico e coordenador da pesquisa na PPC, as lesões ocorrem quando a diabetes está descontrolada e acaba provocando problemas vasculares. Como a doença causa perda de sensibilidade, o efeito nas extremidades acaba sendo contínuo e cada vez pior.

O medicamento para tratar as lesões foi elaborado pela Fiocruz, em conjunto com diversas instituições brasileiras de ensino superior. Já usado em outros países, está sendo avaliado por pesquisadores da saúde e se encontra em fase de aplicação clínica, etapa anterior à conclusão. 

O tratamento é feito em duas partes. Durante a primeira etapa, é realizada a aplicação da medicação específica para as lesões. Já a segunda consiste na terapia tradicional. A duração média do uso do produto é de dois meses, além do acompanhamento por um ano.

Na PPC, o paciente é atendido por uma equipe especializada, incluindo cirurgiões vasculares e uma enfermeira podiátrica, responsável pelos cuidados das feridas causadas pela diabetes. 

O requisito para participar do projeto é ser diabético com ferida abaixo do tornozelo há um mês ou mais. Os interessados devem entrar em contato com a equipe responsável exclusivamente pelo Whatsapp: (21) 98298-2761.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

1 COMENTÁRIO

  1. Ué, tratamento sem comprovação científica??????? A Glo-bo está sabendo disso? Cuidado, vão atrás de vocês, vão fazer matérias insultando os profissionais, chamando-os de negacionistas e terraplanistas, não pode usar drogas sem comprovação, é o que o canal lixo vive divulgando todos os dias, vão chamar todos os médicos de charlatães e curandeiros.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui