Uma das entradas da UFRJ, na Ilha do Fundão, Zona Norte do Rio - Foto: Reprodução

Estão abertas até esta terça-feira, dia 04/05, as inscrições para o edital Laboratório de Inovação Cidadã (Labic) 2021 da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A edição especial “Territórios” é destinada a projetos já existentes em áreas vulneráveis, como comunidades, favelas e territórios periféricos.

Segundo a instituição, serão distribuídos R$ 40 mil aos projetos selecionados (R$ 1 mil para cada), sendo 30 iniciativas no estado do Rio de Janeiro e 10 em qualquer local do Brasil. Os recursos são provenientes da FAPERJ e por meio do projeto Cultura Digital, Inovação Cidadã e Formação LivreAções de Extensão e Pesquisa da UFRJ.

“O recurso que cada projeto recebe servirá para apoiar o funcionamento deles num momento difícil, em que muitas ações estão em crise. Pode ser o investimento em melhoria na gestão, pagamento de pessoal, ferramentas de mídia, enfim, é um apoio pequeno, mas é significativo num momento em que muitos grupos estão sem sustentabilidade”, explica Ivana Bentes, coordenadora do Labic e pró-reitora de Extensão da UFRJ.

Ela lembra ainda, que os projetos que atuam nas favelas e em bairros com IDH baixo, já estão tendo que criar suas redes de apoio e solidariedade em meio à crise gerada pela pandemia.

Os vencedores receberão mentoria de outras ONGs

Nesse sentido, para além do recurso financeiro, o laboratório funciona como espaço para fortalecer as organizações e projetos vencedores, ajudando-os com ferramentas e modelos de gestão.

O laboratório entra para trazer mais informação, mais metodologia e para ampliar as redes. Teremos mentorias de lideranças como Cufa, Coletivo Papo Reto, Voz das Comunidades, Voz da Baixada, Palafitas, que vão trazer suas tecnologias para compartilhar com esses projetos do Rio e de todo o Brasil”, conta. Bentes explica que a verba poderá ser revertida, também, para iniciativas que têm trabalhado para garantir alimentos nas comunidades.

O que é Inovação Cidadã?

Os Laboratórios de Inovação Cidadã(Labics) são espaços de experimentação, aprendizagem e criação de soluções para resolver problemas e desafios da sociedade. A partir de tecnologias colaborativas e do envolvimento da própria comunidade, os participantes propõem processos e projetos baseados em mentorias e trocas, que resultam em iniciativas inovadoras voltadas para o uso comum.

Quem pode concorrer?

Podem concorrer ao edital projetos, redes, coletivos e empreendimentos sociais que tenham como horizonte ações de enfrentamento à Covid-19; o uso de tecnologias, redes, dados e plataformas; mídias e diversidade; formação livre e economia e cidadania e que estejam em funcionamento de forma presencial ou virtual em comunidades, favelas e áreas vulneráveis.
Inscreva-se aqui.

O Laboratório de Inovação Cidadã é uma realização do Pontão de Cultura Digital da Escola de Comunicação da UFRJ, com apoio da Pró-Reitoria de Extensão da UFRJ, Faperj e CNPq. Todas as atividades serão realizadas virtualmente, atendendo às recomendações sanitárias, para evitar a propagação do coronavírus e estimular o isolamento social. Essa é a segunda edição virtual do projeto, que além de ter sido realizado de forma remota em 2020, e presencial no Rio (2017, 2018 e 2019), já aconteceu também em outras capitais, como Salvador e Lisboa (2019).



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Babi Wentz
carioca, estudante de Letras na UFRJ. Nascida numa segunda-feira de carnaval, se apaixonou muito cedo pela arte das Escolas de Samba. Moradora da Taquara, é Zona Oeste desde os onze anos; não dispensa um passeio pelo Centro, uma ida ao Parque de Madureira, uma volta pela Cidade das Artes ou qualquer outro evento que consiga ir. Gosta de teatro e música, às vezes se arrisca nessas áreas. Também é pseudônimo de Bárbara de Carvalho.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui