UFRJ reúne cientistas internacionais para discutir sustentabilidade e desigualdade

Por um dia, o Rio será a capital dos debates acadêmicos voltados a áreas de sustentabilidade, proteção à vida e combate às desigualdades

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Pesquisadores com produção científica de destaque internacional – entre eles, nomes de outros países e acadêmicos vinculados à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) que desenvolveram trabalhos em parceria com renomadas instituições de ensino estrangeiras – estarão no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, para o “Internacionaliza UFRJ 2030”, evento aberto ao público, no dia 12 de maio.

Por um dia, o Rio será a capital dos debates acadêmicos voltados a áreas de sustentabilidade, proteção à vida e combate às desigualdades. Em comum, todas as propostas apresentam alternativas para uma sociedade mais igualitária e responsável socialmente, tecnologicamente e cientificamente. As pesquisas apontam para reflexões necessárias para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Diretor do Departamento de Contabilidade e Finanças da Universidade de Granada, na Espanha, Manuel Bolivar falará sobre “Transparência governamental e participação cidadã para alcançar cidades mais inclusivas”. Da Aarhus School of Architectures, na Dinamarca, Niels Albertsen, referência sobre Urbanismo e Ciências Sociais nos países da Escandinávia e Europa, apresenta sua visão – baseada no trabalho de Bruno Latour – sobre modernizar e “ecologizar” cidades contemporâneas.

Temas de saúde também terão destaque no evento. O principal debate vai tratar da adaptação a cenários que se impõem a partir da intervenção humana que degrada o meio ambiente e polui as cidades.

Advertisement

Os riscos para a segurança alimentar causados pelo acúmulo de plástico em ecossistemas, que cria uma comunidade complexa de microrganismos, chamada plastisfera, são analisados pelo presidente do Comitê Internacional de Microbiologia e Higiene Alimentar e professor da Universidade de Gante, na Bélgica, Andreja Rajkovic. Representando uma instituição norte-americana, a pediatra Ruth Etzel, da Milken Institute School of Public Health, falará sobre os efeitos da exposição à poluição do ar na incidência de doenças em crianças. A especialista é reconhecida por ter investigado esses impactos em diferentes cidades do mundo.

De acordo com a arquiteta, urbanista e professora Ethel Pinheiro, integrante da comissão organizadora do programa “Internacionaliza UFRJ 2030”, a universidade exerce a missão de ser uma difusora de propostas:

“A UFRJ se coloca frente aos impasses que o século XXI tem trazido de diversas formas e fontes, sendo não apenas um receptáculo de ações. As relações socioambientais, colocadas como mote para o tensionamento da emergência de novas estratégias de convívio com o ambiente, as novas tecnologias, os alimentos e os resíduos das cidades, revelam o papel dos polos de pesquisa e conhecimento para lidar com esses dilemas. De igual modo, a preocupação com a vida é essencial e exige a busca pelo combate às desigualdades no desenvolvimento da ciência”, afirma Ethel.

Dez pesquisadores da UFRJ, com pesquisas desenvolvidas em instituições como MIT e Harvard, também vão participar do evento. O “Internacionaliza UFRJ 2030” celebra a internacionalização da universidade por meio de bolsas de mobilidade e auxílio pelo Programa CAPES-Print, para doutorandos, docentes e técnicos das pós-graduações da UFRJ no exterior.

Entre os relatos de experiências vividas na pesquisa, atendida pelo programa, estará o do editor-executivo da MIT Technology Review Brasil, Rafael Coimbra, que observou os impactos da Inteligência Artificial e do Metaverso na Saúde Mental.

O evento será presencial e aberto ao público, das 9h às 18h. Haverá tradução simultânea. Mais novidades no site e no instagram. Será possível acompanhar as palestras internacionais após o evento neste link, no Youtube.

Programação
9h – MESA DE ABERTURA – PR2/UFRJ + Reitoria UFRJ

9h20 às 11h MESA – Sustentabilidade e Combate às Desigualdades Palestrante:
“Transparência governamental e participação cidadã para alcançar cidades mais inclusivas”
Manuel Bolívar, Departamento de Contabilidade e Finanças, da Faculdade de Negócios, da Universidad de Granada (ESP)

“Modernizar ou Ecologizar? Estendendo os passos de Bruno Latour na cidade do Antropoceno”
Niels Albertsen, Aarhus Arkitektskolen (DIN)

11h às 11h30 – COFFEE BREAK

11h30 às 12h30 SESSÃO DE TRABALHOS DO PROGRAMA UFRJ CAPES-Print Trabalhos e participantes:
“Apoio às Micro e Pequenas Empresas para o desenvolvimento de trajetórias econômicas sustentáveis”.
Amanda Xavier, do Programa de Engenharia de Produção – PEP.

“Máquina dos Tempos: museu digital e tecnologias cronográficas”.
Leno Veras de Carvalho, do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura (PPG-COM).

“Museus em favelas no Rio de Janeiro e no ‘banlieue’ de Paris: semelhanças e diferenças nos processos de patrimonialização das periferias urbanas”.
Sergio Fagerlande, do Programa de Pós-Graduação em Urbanismo PROURB.

“Linguagens e corpos no discurso do ‘Slam das Minas’: ambiências de resistência e ressignificação espacial por meio de mulheres nas batalhas de poesia urbana”.
Mariana Valicente, do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura PROARQ.

“Sustentabilidade e Transformação Social: Desafios para a territorialização da Agenda 2030 na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)”
Graciella Faico Ferreira, Marta de Azevedo Irving, Elizabeth Oliveira, Ariane Roder Figueira, Andrea Torres e Denise Freire, Programa de Pós-Graduação em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social (EICOS) e PR2.

12h30 às 13h DEBATES

13h às 14h – INTERVALO PARA ALMOÇO

14h APRESENTAÇÃO DO GID/UFRJ
Daniela Uziel

14h20 às 16h MESA – Sustentabilidade e Proteção à Vida Palestrantes:

“Saúde infantil e a crise climática”
Ruth Etzel, Milken Institute School of Public Health (EUA)

“Segurança alimentar microbiana na plastisfera: perigos e avaliação de risco”
Andreja Rajkovic, ICFMH/ Research Unit Food Microbiology and Food Preservation (BEL)

16h às 16h30 – COFFEE BREAK

16h30 às 17h30 SESSÃO DE TRABALHOS UFRJ CAPES-PrInt Trabalhos e participantes:
“Mentes Virtuais, Preocupações Reais. Os impactos da IA e do Metaverso na Saúde Mental”.
Rafael Coimbra, do PEP/COPPE/UFRJ, Editor-executivo da MIT Technology Review Brasil.

“Biotecnologia para a sustentabilidade: desenvolvimento de ferramentas para melhorar a produtividade das plantas e sua adaptação às mudanças climáticas”
Adriana Silva Hemerly, do Programa de Biotecnologia Vegetal e Bioprocessos (PBV)

“Planejamento e avaliação in silico e in vitro de inibidores multialvos de colinesterases e BACE1 para o tratamento da doença de Alzheimer”.
Raissa Alves da Conceição, do Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas-PPGCF

“Uma experiência pandêmica na área de senescência celular”
Claudio Akio Masuda, de Química Biológica.

17h30 às 18h – DEBATES

18h – ENCERRAMENTO

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp UFRJ reúne cientistas internacionais para discutir sustentabilidade e desigualdade
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui