Uma das maiores penetras do Brasil se passou por jornalista do DIÁRIO DO RIO para entrar em uma festa em Copacabana

Maria da Graça Borges é uma das especialistas em frequentar eventos sem ser chamada

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Evento Aliança Centro, realizado no dia 23 de setembro • Foto: Rafa Pereira, Diário do Rio

Em um dia normal de trabalho, recebi do jornalista Victor Yemba uma pergunta acompanhada de algumas imagens: “Essa pessoa trabalha no DIÁRIO DO RIO?”. Respondi que não. A pessoa em questão é Maria da Graça Borges, já retratada em matérias na imprensa como uma das maiores penetras do Brasil. Graça tem métodos próprios para frequentar eventos que não foi convidada e desta vez havia usado um cartão de jornalista do DIÁRIO DO RIO.

WhatsApp Image 2022 09 27 at 17.04.53 Uma das maiores penetras do Brasil se passou por jornalista do DIÁRIO DO RIO para entrar em uma festa em Copacabana
O cartão usado por Maria da Graça

Achando a situação estranha, Yemba, que conhece a esquipe do DIÁRIO, fez o alerta no dia seguinte. Na noite da festa, organizada pela empresa Itabus, em Copacabana, no Hotel Windsor Excelsior, Maria da Graça passou batida. Deu tudo certo. Participou normalmente do evento, como costuma fazer há muito tempo.

Sem titulo 15 Uma das maiores penetras do Brasil se passou por jornalista do DIÁRIO DO RIO para entrar em uma festa em Copacabana
Graça, ao fundo, sendo atendia por um garçom no evento em Copacabana

Em uma matéria escrita pela repórter Daniela Pinheiro, na Revista Piauí, Maria da Graça disse que em 2005 já havia entrado sem convite em 498 eventos. De lá para cá, ela seguiu com a prática. Diversas vezes por semana. Em alguns períodos, todos os dias.  “Quando você é loira, alta e magra, é impossível não ser percebida. Os maiores penetras do Rio são os gays, que se vestem de terno, andam em grupo e parecem chiques, e as velhinhas aposentadas”, contou à Piauí. Ela não gosta do termo “penetra”, acha vulgar. Prefere “festeira”.

Graça tem um manual de “festeira”. São cinco passos essenciais: Jamais encarar um segurança nos olhos; Estufar o peito e entrar no ambiente fingindo que fala ao celular; estar sempre bem-vestida, mas de maneira discreta. Se for homem, terno preto. Se for mulher, tubinho preto; se a segurança na porta principal for reforçada, procurar a entrada de emergência, a da entrega de bebidas ou a dos funcionários e, por último: Misturar-se a um grupo grande. Em geral, não dá tempo de fiscalizar todos os convites.

Advertisement

Leia também

Progressistas dividido entre Bolsonarismo, Eduardo Paes e Marcelo Queiroz – Bastidores do Rio

Custas judiciais aumentaram 45% no estado do Rio de Janeiro nos últimos dois anos

Quando a tentativa de entrar sem ser convidada dá errado, Graça diz que agradece e vai embora. Mesmo sabendo que é uma situação extremamente constrangedora. Ela fica de olho em todos os eventos da cidade e elege os que vai penetrar com todo o cuidado e experiência possíveis. Sabe os que vão ser bons ou não.

Existe uma ética. Maria da Graça garante que só tenta entrar quando o evento é em lugar público. “Nunca tentei ir às festas da Narcisa Tamborindeguy ou do Wolf Maya. Isso é invasão de privacidade”, afirmou também à Piauí.

WhatsApp Image 2022 09 23 at 16.04.49 1 Uma das maiores penetras do Brasil se passou por jornalista do DIÁRIO DO RIO para entrar em uma festa em Copacabana
Foto: Rafa Pereira

Maria da Graça Borges já revelou que começou a entrar em eventos sem convite para quebrar o tédio de dona de casa. Na última sexta-feira, ela esteve no workshop do “Aliança Centro”, que teve participação do prefeito Eduardo Paes. Desta vez, a festeira não usou o cartão do DIÁRIO DO RIO. Mas foi fotografada por, Rafa Pereira, que trabalha no jornal. Nem sempre dá para passar batido, de maneira discreta.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Uma das maiores penetras do Brasil se passou por jornalista do DIÁRIO DO RIO para entrar em uma festa em Copacabana

Advertisement

14 COMENTÁRIOS

  1. Super produzida e nada discreta com sua peruca amarela , Graça, penetra
    em festas e festinhas, busca o que sacia
    Faminta e ávida, sua fome não engana
    Em busca do prato que lhe traz alegria

    Ela não se importa com etiqueta ou postura
    Seu único desejo é a comida que procura
    Com olhos famintos, percorre os salões
    Procurando prazer em todo bufê.

    Seja um banquete luxuoso ou simples petisco
    Graça não escolhe, ela quer é se fartar
    Desde salgados até doces, sua glória é um bom jantar
    Essa busca desenfreada não tem como se contentar

    Ela come sem parar, não há limites ou medida
    Sua fome é insaciável, nunca encontra guarida
    Mas no meio das festas, sente-se solitária
    Pois ninguém mais entende sua gula necessária

    Por trás de Graça, a louca por comida
    Existe uma história, uma dor escondida
    Mas nos salões e festas, ninguém consegue ver
    Apenas enxergam a fome, não o que a fez sofrer

    A impunha é sua fome, um desejo sem fim
    Que mesmo com o estômago cheio, não se esvazia
    Pois a verdadeira fome é de amor e carinho para Graça abraçar em si.

  2. Sou garçon e trabalho em eventos e cerimônias diversas.
    Eu já vi esta senhora várias vezes . Se veste muito bem, mas educação e classe são seus pontos fracos.
    Não interage com convidados, não prestigia obras de arte nas vernissages, come desesperadamente, fala enquanto come, pega tudo que vê nos buffets e persegue garçons. Além de acompanhar outras pessoas inconvenientes que se comportam mal , bebem demais e incomodam convidados.

  3. Gente Grande é outra coisa e nada “melhor” que está no meio de Grande Grande com o Glamour que só essa gente tem. Essa jornalista, ao final, deve se olhar no espelho, gargalhar de suas aventuras. Interessante quando ela disse ” vestir-se bem..”, e quando citou ” Narcisa Timb… (Tamborim). Acho Narcisa icônica. Se fora das câmeras ela tiver aquele singular humor, deve ser alguém de muito equilíbrio espiritual. Enfim, Maria das Graças é uma aventureira cheia de graça.

  4. Dois crimes foram cometidos: Falsidade ideológica e material , previstos no CP, por que o jornal não prestou queixa? Já sabemos em quem ela vai votar não é?

  5. Graça Borges já é velha conhecida em todos os eventos do Rio há mais de 30 ou mais anos.Mulher chique elegante é que não faz mal para ninguém. É formada em Medicina é fez sua opção de ser Festeira. Era o terror de algumas socialite em Festas com muito glamour é chamava sempre atenção mais que qualquer Famoso.Mulher corajosa determinada é maravilhosa. Acredito que teriam outras prioridades de matérias para se preocupar.

  6. Já medimos a popularidade de evento, especialmente, vernisage quando ela é seu bando estavam no evento. Super badalado, eles estavam. Tentava entrar junto com pessoas que tinham o convite, ou dizia que chegou cedo e o marido com os convites estava chegando.
    O chato de tudo isso é, que eles não tinham um pingo de educação, atacando os garçons de forma ostensiva. Uma feita quase foi a garrafa de whisky do promotor da festa ao chão, devido a ferocidade dessa senhora e de seu bando.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui