Uma das últimas fábricas de vitrais do mundo fica no Rio de Janeiro

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Vitrais do Theatro Municipal - Foto: Claudio Lara

As belas combinações de cores e formas, feitas de vidro, encantam a humanidade há quase 1000 anos. E essa verdadeira arte, embora esteja por todas as partes do mundo, é feita por cada vez menos pessoas. Mas, se depender de um ateliê na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, a história vai continuar viva, reluzente e brilhante.

O ateliê é o Luidi e Gonçalves Vitrais, que fica na Rua João Torquato, 275, em Bonsucesso, é comandado por dois sócios – que treinaram mais de 30 funcionários para a produção de trabalhos que são enviados para todo o mundo.

“Comecei a trabalhar com vitrais em Petrópolis, com Alberto Magini, italiano precursor do vitral no Brasil. Em 1974, montei meu ateliê, desde então, os trabalhos vêm acontecendo”, conta Luidi Nunes, um dos sócios da Luidi e Gonçalves Vitrais.

Palácio Pedro Ernesto Vitral do Plenário I Uma das últimas fábricas de vitrais do mundo fica no Rio de Janeiro
Vitrais do Palácio Pedro Ernestro

E são muitos trabalhos.  Entre restaurações estão o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, a Confeitaria Colombo, os palácios Laranjeiras e Pedro Ernesto, a Ilha Fiscal, e muitos outros, dentro e fora do Brasil.

Advertisement
image33 Uma das últimas fábricas de vitrais do mundo fica no Rio de Janeiro
Palácio Laranjeiras – Foto: Acervo Inepac

Criações também são feitas pelo ateliê. Todos os vitrais das Igrejas Universais espalhadas pelo mundo estão na lista de realizações de Luidi e Gonçalves. Inclusive o do templo do Rei Salomão.

“Eu brinco que o Templo é de Salomão, mas a obra foi faraônica”, afirma Luidi.

Os vidros vêm do exterior e na fábrica ganham as formas necessárias para cada trabalho. Os detalhes dos desenhos são feitos a fogo, em altíssima temperatura, através de uma esmaltação especial.

Engana-se quem acha que só formas mais clássicas refletem nos vitrais. Luidi diz que muitos trabalhos com conceitos modernos também são solicitados. Por essas e outras, ele acredita que sua arte é eterna.

“Essa técnica de fazer vitrais existe há mais de 900 anos. Já tentaram fazer de outra forma, mas não funcionou. Então, acho que vamos continuar produzindo esses trabalhos e desta forma por muito tempo ainda”, frisa.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Uma das últimas fábricas de vitrais do mundo fica no Rio de Janeiro
Advertisement

9 COMENTÁRIOS

  1. CÉLIO DOS VITRAIS … Há mais de 60 anos no ramo dos vitrais, tanto restaurações, quanto vitrais novos.
    O ateliêr fica na baixada fluminense, mas seus serviços se estendem por todo o brasil, nos ultimos dias estive no interior de minas gerais na cidade de providencia, IGREJA DE SANTO ANTÔNIO, e me deparei com seus profissionais terminando de recolocar os ultimos vitrais já restaurados em seus lugares.
    bem como os vitrais da igreja bom jesus do monte na ilha de paquetá-rj, Paróquia santa bárbara em rocha miranda-rj, igreja matriz de são jorge, santa casa de missericórdia do rj entre muitos outros!!!
    vou deixar os contatos de um cartão que peguei com um funcionário:
    CONTATOS CÉLIO DOS VITRAIS
    ZAP: (21) 98231-9078
    ATELIÊR: (21) 2658-8678

  2. Existe comprovação que este atelier tenha feito as restaurações citadas na matéria?
    eu trabalhei nas duas ultimas restaurações dos vitrais da Ilha Fiscal e não me lembro de ter trabalhado com estes artistas.
    Conheço o restaurador que fez e tem um atelier em Maricá – RJ, e o Artista dele diz ter sido a pessoa que ensinou a arte de vitrais a este cavalheiro entrevistado.
    acho que existe um outro lado da moeda, pois tem mais 3 ateliers de vitrais que eu conheço no Rio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui