Varejo do RJ surpreende e registra crescimento de 0,6% de agosto para setembro

Previsões do mercado apontavam para uma leve retração: de 0,1%. No mês anterior, a variação havia sido de -0,1%

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

O volume de vendas no varejo registrou crescimento de 0,6% na passagem de agosto para setembro. O número surpreendeu os especilaistas. O chamado consenso de mercado apontava para uma leve retração: de 0,1%. No mês anterior, a variação havia sido de -0,1%

Em setembro deste ano, apenas três das oito atividades analisadas ficaram no campo positivo: Móveis e Eletrodomésticos, Hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, além de Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, e de perfumaria.

O setor de hiper e supermercados exerceu o maior impacto sobre o resultado e está 9,1% acima do patamar pré-pandemia.

Na avaliação do gerente da pesquisa, Cristiano Santos, o setor ajudou o varejo a sair da margem de estabilidade, com o aumento da população ocupada e da massa de rendimento.

Advertisement

Por outro lado, o maior peso das quedas ficou por conta de Combustíveis e lubrificantes. Acompanham o grupo Livros, jornais, revistas e papelaria, Outros artigos de uso pessoal e doméstico e Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Varejo do RJ surpreende e registra crescimento de 0,6% de agosto para setembro
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui