Vargem Pequena ganha espaço para formação de jovens em cursos de tecnologia e inovação

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Espaço da Juventude em Vargem Pequena - Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio

No último sábado (17/06), foi inaugurado em Vargem Pequena, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, o 4º Espaço da Juventude, equipamento da Prefeitura com oferta de cursos gratuitos, voltados para jovens de 15 a 29 anos, com foco na capacitação para a Indústria 4.0.

O objetivo da Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio), responsável pela gestão do local, é preparar os alunos para inserção no mercado de trabalho por meio dos cursos de robótica; operador de drone; práticas de DJ; impressão 3D; design de games; indústria avançada; e programação móvel.

”Sabemos que não é fácil e que as oportunidades também não são iguais para todo mundo, infelizmente ainda vivemos num país muito injusto. Mas quando a gente entrega um equipamento como esse, tenho certeza que a vida de muita gente que está aqui hoje vai mudar. O mercado de trabalho hoje está todo concentrado nesse setor de tecnologia”, afirmou o prefeito Eduardo Paes.

Vale ressaltar que, durante a inauguração do espaço, Paes experimentou um equipamento que está à disposição da população local: um óculos adaptado para deficientes visuais. O aparelho emite um aviso sonoro ao usuário sempre que um objeto ou obstáculo está próximo.

Advertisement

O Espaço da Juventude está instalado em um contêiner da JUVRio, de 40m² de estrutura sustentável, localizado na Praça Veluza Bispo, área de lazer e convivência da comunidade. O secretário Salvino Oliveira destacou a importância de continuar qualificando jovens para o mercado de inovação tecnológica.

”Esse é um momento histórico aqui para comunidade e muito emblemático para a JUVRio, que hoje atingiu a marca de mais de 40 mil pessoas formadas em diversos cursos. Esse Espaço da Juventude tem capacidade para 150 jovens por mês e vai formar para o mercado tecnológico programador, operador de drone, design de games e DJ. São áreas em que falta mão-de-obra qualificada em nossa cidade. Um programador, por exemplo, tem o salário inicial de mais de R$ 3 mil e todos os anos temos um déficit no Rio de Janeiro de mais de 25 mil profissionais neste setor”, disse Salvino.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Vargem Pequena ganha espaço para formação de jovens em cursos de tecnologia e inovação
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui