Vendas externas de veículos fabricados no estado do Rio tiveram aumento de 15%

Houve alta de 22% nas vendas de automóveis de passageiros e de 12% de veículos de carga

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Carros na avenida Ernani Cardoso (Foto: Centro de Operações Rio)

As informações do Boletim Rio Exporta – Abril, produzido pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), destacam o aumento de 15% nos embarques da indústria fluminense de veículos automotores, reboques e carrocerias (US$ 184 milhões), de janeiro a março. Houve alta de 22% nas vendas de automóveis de passageiros (US$ 77,8 milhões) e de 12% de veículos de carga (US$ 45,8 milhões).

O saldo da balança comercial brasileira no primeiro trimestre de 2023 foi de US$ 15,8 bilhões, resultado de US$ 76 bi em exportações e US$ 60 bi em importações. Já a corrente de comércio fluminense somou US$ 15,7 bilhões, mantendo o estado do Rio como a segunda força entre as unidades federativas, com participação de 11%, atrás apenas de São Paulo.

Em relação às exportações totais do estado do Rio, o acumulado anual foi de US$ 9,9 bilhões, uma redução de 2% se comparado ao mesmo período do ano anterior. Esse cenário reflete o recuo de 5% nas vendas da indústria de petróleo e gás natural (US$ 7,5 bilhões), principalmente devido à queda do preço internacional dos produtos. Já a alta de 117% na indústria de outros equipamentos de transporte (US$ 208 milhões) ajudou a equilibrar o saldo, segundo os dados da Firjan Internacional.

Nas importações fluminenses, houve queda de 15% no primeiro trimestre ante o mesmo período de 2022, reflexo da redução de 70% nos desembarques internacionais de petróleo e gás natural. Por outro lado, o setor de metalurgia teve alta de 72%, enquanto o de outros equipamentos de transporte representou 28% das compras do Rio, incluindo aviões (US$ 48 milhões) e motores e turbinas para aviação (US$ 692 milhões).

Advertisement

No comércio de petróleo, a China permaneceu como o maior destino dos embarques do estado, com participação de 52%. Já as exportações para a Espanha cresceram 91%. Nas importações, houve diminuição de 28%, como reflexo do recuo de 54% nas compras oriundas da Arábia Saudita, nosso principal parceiro.

As exportações exclusive petróleo subiram 9% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, com destaque para as vendas aos Estados Unidos, além da alta de 63% para a União Europeia. Vale ressaltar ainda um crescimento de 379% de vendas para a China. Quanto às importações exclusive petróleo, houve redução de 13% nas compras fluminenses no período, refletindo, por exemplo, o recuo de 30% nas importações originadas nos EUA. 

Nos três primeiros meses de 2023, o índice Preço-Quantum indicou redução de 12% no preço das exportações do estado em comparação com o período de 2022, enquanto a quantidade dos produtos avançou 6%.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Vendas externas de veículos fabricados no estado do Rio tiveram aumento de 15%
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui