Vendas no varejo para o Dia dos Pais no Estado do Rio tendem a superar projeção nacional

Data deve movimentar R$ 631 milhões no varejo em território fluminense, volume 3% superior ao registrado no ano passado

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Saara, no centro do Rio. | Foto: Rafa Pereira - Diário do Rio

O Estado do Rio de Janeiro dá mais um bom sinal de recuperação econômica às vésperas do Dia dos Pais. De acordo com estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, a data deve movimentar R$ 631 milhões no varejo em território fluminense, volume 3% superior ao registrado no ano passado, que foi de R$ 612,5 milhões. Ainda segundo a CNC, a expectativa é que o percentual supere a alta nacional prevista, de 2,2%, em relação à mesma data de 2022.

Entre os segmentos de maior rendimento estão os de vestuário, calçados e acessórios e eletroeletrônicos, e de produtos de perfumaria e cosméticos. O Dia dos Pais é a quarta data comemorativa mais importante do comércio varejista brasileiro.

Esta projeção de aquecimento do varejo confirma a confiança de consumidores e empresários na melhoria da economia estadual. Isso nos enche de orgulho. Estamos no caminho certo em relação à política econômica, visando sobretudo a geração de mais emprego e renda“, afirma o governador Cláudio Castro.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços, Vinicius Farah, a melhor perspectiva nas vendas deverá refletir-se nas contratações de trabalhadores temporários: “a contratação temporária, por necessidade de mão de obra em datas comemorativas, é sempre importante para o mercado de trabalho, pois muitas vezes é uma possibilidade de efetivação“, explica o secretário.

Advertisement

Segundo o levantamento da CNC, em todo o país, o volume de vendas para o Dia dos Pais de 2023 deverá alcançar R$ 7,67 bilhões – 2,2% superior à mesma data de 2022. Para atender à demanda sazonal das vendas, a contratação temporária é em média de 10,38 mil pessoas, segundo pesquisa da CNC. Se confirmado, este será o maior contingente do tipo dos últimos nove anos, com uma média salarial de R$ 1.599 – alta de 1,8% em comparação com o mesmo período de 2022. Supermercados, hipermercados e lojas de vestuário devem ser os que mais contrataram temporários.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Vendas no varejo para o Dia dos Pais no Estado do Rio tendem a superar projeção nacional
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui