Imagem de OpenClipart-Vectors por Pixabay

Em períodos que quase mais ninguém mais pede a 2ª via dos cartões de crédito e débito, o vereador Matheus Floriano (DEM) resolveu criar uma novidade que parece que é só para dar problema. Através do Projeto de Lei 1564/2019, ele quer obrigar os restaurantes de comida a quilo oferecer comanda eletrônica com impressora como meio de aferição e cobrança.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Para que? Bem,em sua justificativa Floriano diz: “a pesagem exata do prato sendo lançada na comanda eletrônica com impressora como meio de aferição e cobrança, reduz erros de anotações e ganha mais agilidade e confiança do cliente“. Mas alguém na história já reclamou de que a anotação foi feita por caneta? Especialmente em restaurantes menores, que já tem uma margem de lucro pequena?

É novamente os legisladores pensando mais no vício de criação de leis, do que realmente no interesse da população.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui