(Foto meramente ilustrativa de um ferro-velho)

A Câmara Municipal do Rio vota, na próxima semana, um Projeto de Lei Complementar, de autoria dos vereadores Vitor Hug (MDB) e Carlo Caiado (DEM), queobriga os ferros-velhos da cidade a terem circuitos de monitoramento por câmeras 24h por dia.

Segundo a medida, os donos de ferros-velhos vão armazenar as imagens por três meses. O intuito da proposta é ajudar em eventuais investigações sobre irregularidades, como os roubos de cabos e peças de cobre, crime que já deixou mais de 18 mil pessoas sem luz na cidade e paralisou quase 900 viagens de trem, segundo informou o jornalista Ancelmo Gois.

A proposta também prevê que as imagens coletadas através das câmeras de segurança nos estabelecimentos poderão ser compartilhadas com o Centro de Operações Rio (COR) para fins de checagem das atividades desempenhadas, o que será regulamentado pelo Poder Executivo.

1 COMENTÁRIO

  1. Programa de ferro velho é uma coisa simples é só exigir documentação, identificação de quem vende… estaria solucionado problema. A questão é que não querem resolver… mexer com a milícia, a banda podre dentro dos meus oficiais, dentro do Estado.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui