Vintage Is A Festival chega ao Rio em junho e empolga DJs: ‘Eleva a qualidade da música eletrônica brasileira’, diz DJ Vinn

O festival estreia na capital federal, Brasília, no próximo mês de abril, e passará pelo Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e São Paulo

Foto: Divulgação

O “Vintage Is A Festival”, evento idealizado pelo top DJ Vintage Culture, percorrerá por cinco capitais brasileiras. Dentre as cidades escolhidas está o Rio de Janeiro, que receberá o evento no próximo mês de junho. Em parceria com Opus Entretenimento, plataforma de shows e entretenimento e a XP Asset Management, o astro da música eletrônica visa revolucionar o setor de eventos culturais com seu projeto, sendo um dos mais inovadores da música eletrônica na América Latina.

De acordo com o produtor musical Vinícius Cardoso, o DJ Vinn, assim como Alok, o Vintage elevou a qualidade profissional dos brasileiros para o cenário mundial. Tamanha é a grandeza do evento que faz estreia na agenda do país, que a crítica o coloca como um dos principais eventos do calendário deste ano de 2022.

“A cena da música eletrônica brasileira conquista seus aplausos do público nacional e estrangeiro, também pelo reconhecimento de profissionais como o Vintage. No ano, seu nome marcou presença no disputado top mundial, da revista inglesa DJ Mag. Atualmente contamos com produtores musicais que passaram a ditar tendências e a movimentar o setor musical pelo mundo afora”, explicou DJ Vinn.

DJ Vinn

Com estreia na capital federal, Brasília, no próximo mês de abril, o evento passará pelo Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e São Paulo. Em cada uma das edições o astro da música eletrônica Vintage Culture fará a apresentação de um long set de 12 horas de duração, sendo a única atração musical do evento.

Sou fã desse profissional. Garanto que ele serve como inspiração e motiva muitos DJs iniciantes. Ele foi minha inspiração. A cada apresentação ele surge com uma novidade. Na maioria de seus shows, o público não escuta nenhuma música já lançada e mesmo assim a sensação é de que aquele som é conhecido entre todos. Não dá para perceber nem quando ele está ‘virando’, ou melhor, quando está fazendo a troca de uma música para outra. Merece os aplausos de todos”, finalizou o DJ.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui