Zona Oeste concentra maior parte das solicitações de atendimentos de violência contra a mulher

Outra informação é sobre o registro de violência contra idosas. Entre os possíveis agressores, 51% dos casos seriam com pessoas da família da mulher

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Secretária da Mulher, Joyce Trindade, apresenta os números inéditos do relatório

A Prefeitura do Rio de Janeiro lançou o relatório do Mapa da Mulher Carioca de 2022. A iniciativa organizada pela Secretaria Especial de Políticas e Promoção da Mulher reuniu diferentes dados sobre a vida das moradoras do Rio de Janeiro. O relatório traz dados e números sobre temas que influenciam diretamente a vida das mulheres, como Saúde, Segurança, Educação, Empregos e Moradia. Entre as informações de destaque da publicação está a concentração na Zona Oeste de atendimentos no sistema de saúde e de queixas de violências contra a mulher.

Outra informação é sobre o registro de violência contra a mulher idosa. Entre os possíveis agressores, 51% dos casos seriam com pessoas da família da mulher, com destaque para os filhos e parceiros íntimos.

O Mapa foi construído por um grupo por instituições municipais, que se reuniram quinzenalmente para discutir o estudo. Para isso, a Secretaria da Mulher firmou parceria com o Instituto Pereira Passos (IPP) e a participação de nove secretarias, sendo elas, Educação, Saúde, Transporte, Planejamento Urbano, Assistência Social, Fazenda e Planejamento, Juventude, Trabalho e Renda, e Cultura.

O projeto tem como principal objetivo investigar áreas e atributos diretamente atrelados à atuação da administração pública buscando auxiliar a formulação de políticas públicas para as mulheres do Rio. O trabalho consiste no levantamento de uma série de indicadores  de modo que se possa comparar dados e verificar as diferenças e as desigualdades de gênero, raças, gerações e territórios da cidade do Rio.

Advertisement

Leia também

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

Vídeo: Raio atinge Cristo Redentor durante registro de visitante

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Zona Oeste concentra maior parte das solicitações de atendimentos de violência contra a mulher

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui