Zona Sul ganha projeto ‘Rio em Ordem’ para melhorar ordenamento urbano

O projeto contará com 16 agentes exclusivos, responsáveis por fiscalizar quatro rotas na orla e nas ruas internas dos bairros

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

A Subprefeitura da Zona Sul anunciou o lançamento do projeto “Rio em Ordem”, uma iniciativa destinada a melhorar o ordenamento urbano na região. O evento de lançamento ocorrerá nesta quarta-feira (20/03), às 8h, em frente ao Posto 8, em Ipanema, onde autoridades locais apresentarão os detalhes do programa.

O projeto contará com a atuação de 16 agentes exclusivos, responsáveis por atender aos pedidos dos moradores e fiscalizar quatro rotas que abrangem tanto a orla quanto as principais ruas de circulação. Dentre as equipes, uma será dedicada ao ordenamento na orla, outra ao trânsito e as duas restantes se ocuparão do geral, desde a liberação do passeio público até a fiscalização de propaganda irregular.

Flávio Valle, subprefeito da Zona Sul, destacou que as principais demandas recebidas pela subprefeitura estão relacionadas ao ordenamento dos bairros, como ocupação indevida do passeio público, propaganda irregular, estacionamento inadequado nos corredores e comércio irregular. Segundo Valle, a proposta do projeto é territorializar e personalizar o ordenamento, visando oferecer maior eficiência e agilidade na resolução desses problemas.

“Com o ‘Rio em Ordem’, teremos equipes prontas em toda a região, o que nos permitirá atender aos inúmeros pedidos diários recebidos através das redes sociais e do canal 1746. Este projeto piloto tem potencial para ser replicado em toda a cidade”, explicou Valle, destacando a importância da iniciativa para a melhoria da qualidade de vida dos moradores da Zona Sul do Rio.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Zona Sul ganha projeto 'Rio em Ordem' para melhorar ordenamento urbano
Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Se dessa vez tirarem os pedestres e os veículos elétricos sem pedal das ciclovias da orla, vai valer a pena.
    Em 2022 e 2023 tivemos casos de pedestres na ciclovia que, por movimentos de braço (2023) e por parada brusca (2022) fizeram ciclistas cair.
    Em 2022 a morte do ciclista foi causada por bater a cabeça no meio fio da ciclovia; em 2023 a morte do ciclista foi causada por cair na pista de automóveis e ser esmagado por um ônibus.
    A calçada da orla é larga o suficiente para caminhadas e corridas de pedestres.
    E quanto a veículos, somente veículos com pedal, característica essencial de uma bicicleta, podem circular nas ciclovias

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui