Avaliação positiva da gestão da saúde cresceu no Centro, mas caiu na Zona Sul, mostra pesquisa do Instituto Rio21

Na primeira edição da pesquisa, em agosto de 2021, a área da saúde era uma das áreas mais bem avaliadas da prefeitura de Paes, com percentual de avaliações Ótimo/Bom acima de 45%

Clínicas da Família são os principais centros de saúde básica da cidade. Foto: Reprodução/Internet

Na última segunda-feira (21/11) foram divulgados os resultados iniciais da 5ª edição da pesquisa de Avaliação do Governo Municipal do Rio de Janeiro, realizada pelo Instituto Rio21 em parceria com o DIÁRIO DO RIO. Nesta quinta-feira, o DIÁRIO publica uma análise mais detalhada das avaliações de uma das mais importantes frentes de atuação da Prefeitura: a gestão da saúde.

Na primeira edição da pesquisa, em agosto de 2021, a área da saúde era uma das áreas mais bem avaliadas da prefeitura de Paes, com percentual de avaliações Ótimo/Bom acima de 45%. Em março de 2022 a prefeitura foi mal avaliada de forma geral, quando Ruim/Péssimo alcançou seu pico (56,7%).

Entre julho e novembro de 2022, houve uma breve recuperação das avaliações positivas, mas as avaliações negativas também voltaram a crescer. Hoje, 48,4% dos cariocas avaliam a gestão da saúde como Ruim/Péssima, 29,7% avaliam como Ótima/Boa e 21,9% avaliam como Regular:

Existem variações entre as avaliações dos moradores de zonas diferentes da cidade

Em julho de 2022, o maior percentual de avaliações positivas da Saúde ocorreu na Zona Sul (40,6%), e essa também era a zona com o menor percentual de avaliações negativas (27,3%). Agora em novembro, as avaliações negativas subiram 13,7 pontos percentuais: alcançando 41%, enquanto as positivas caíram 8,7 pontos percentuais, chegando a 31,9% – entre os cariocas que moram na Zona Sul.

Já no Centro da cidade o cenário é mais otimista atualmente: as avaliações positivas da gestão da Saúde aumentaram em 9,4 p.p., apesar de um discreto aumento nas avaliações negativas (+1,3 p.p.). As avaliações positivas cresceram também na Zona Norte.

Contudo, a área da saúde no atual governo é muito mal avaliada na Zona Oeste da cidade: o percentual de avaliações negativas era de 56% em julho/22 e aumentou para 65% em novembro/22.

De modo geral, a saúde é uma área que aflige bastante os cariocas.

Quando perguntados sobre os fatores que mais preocupam os cariocas ao longo desse ano, ela apareceu em quase metade das respostas.

Entre as pessoas que afirmaram se preocupar com a gestão da saúde municipal, mais de 60% avaliam que a atuação do Prefeito Eduardo Paes nesse quesito é Ruim ou Péssima.

O mapeamento realizado pela pesquisa mostrou que a área da saúde foi melhor avaliada em algumas regiões da cidade (Centro e Zona Norte) e pior avaliada em outras (Zona Oeste e Zona Sul).

Além disso, sabemos que a saúde pública preocupa bastante a maioria dos cariocas, ressaltando a necessidade de políticas públicas eficazes voltadas para essa questão.

Nas próximas matérias, continuaremos detalhando as avaliações de cada área de atuação da Prefeitura. Reforçamos que pesquisas de opinião como essa são importantes para que o poder público consiga acompanhar os pontos de dor dos cidadãos e adote medidas para sanar esses problemas.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui