Capela histórica em São Gonçalo está em péssimo estado de conservação

A igreja, que foi erguida no século XVII, foi tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac), órgão estadual inoperante e que na prática, não exerce qualquer função, exceto a de afirmar que não possui recursos para coisa alguma. A Capelinha de Nossa Senhora da Luz foi construída em 1647.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Claudio Prado de Mello

O DIÁRIO DO RIO recebeu mais uma denúncia sobre o estado lastimável de bens culturais do Estado do Rio de Janeiro. Fotografias recebidas pela redação dão contas de que a Capela Nossa Senhora da Luz, localizada à beira da Baía de Guanabara, em Itaóca, que é um bairro da Zona Oeste do município de São Gonçalo, está em péssimo estado de conservação. São inúmeros os bens culturais fluminenses em situação de ruína e semi-ruína, como retratamos outro dia na matéria sobre o Palacete de Mandiqueira, e, pouco tempo antes, sobre a Fazenda Colubandê.

A igreja, que foi erguida no século XVII, teria sido tombada pelo município de São Gonçalo e pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac), órgão estadual inoperante e que na prática, não exerce qualquer função, exceto a de afirmar que não possui recursos para coisa alguma. Recentemente, comentou-se que o Instituto não possui recursos sequer para recolocar uma pequena placa de bronze que foi roubada no Largo do Boticário, na parede de uma casa, comemorando o pintor Augusto Rodrigues. O órgão virou uma espécie de anedota entre os servidores públicos do estado e arquitetos especializados em bens tombados, e é mais conhecido por ser sempre despejado de espaços que ocupa sempre por muito pouco tempo e pelos seus arquivos e mapotecas, deixados para apodrecer na sede abandonada de uma escola de dança, a Maria Olenewa. Entra governo e sai governo, e nada muda.

Tanto é o descaso com o patrimônio que a imagem da Santa que dá nome ao belo templo, que ficava no altar da capela setecentista, foi roubada no dia em que o arqueólogo Claudio Prado de Mello esteve no local. Ele contou que ao chegar lá, foi parado por “meninos da área” e que em uma segunda aproximação, criminosos quase levaram a câmera fotográfica que estava com ele.

Umas 5 ou 6 motos me cercaram e ficaram me rodeando por vários minutos, até que uma deu uma freada brusca em cima de mim, mas depois deu uma guinada lateral e seguiu adiante e todos os outros seguiram”, relatou o profissional sobre o momento de apreensão.

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Ao saber do roubo da imagem, ele contatou a polícia e relatou o ocorrido. A estátua foi encontrada em um saco preto em uma estrada deserta de Maricá.

Depois de um tempo, conversando com um especialista sobre o caso, ele disse que desconfiava que a estátua não era original e pegou o livro do Monsenhor Pizarro ou Santuário Mariano. Realmente tinha a confirmação que a estátua original já tinha sido levada nos anos 1970”, contou.

A igreja de Nossa Senhora da Luz foi construída em 1647 pelo capitão Francisco Dias da Luz como forma de agradecimento por ter sobrevivido a um naufrágio próximo à região. Considerada uma das mais antigas de todo o país, a capela fazia parte da antiga Fazenda da Luz, que hoje encontra-se em ruínas. Com fachada em estilo barroco, a capela ainda tem as imagens originais de Santana, São Gonçalo do Amarante e do Cristo Crucificado, essa com um metro de altura.

Incorporada ao município em 1985, passou por obras de restauração no ano de 2001, há 21 anos. A sala de sacristia tem piso original em pedra e as telhas coloniais são do tempo de fundação. Só a porta da igreja tem cerca de 362 anos, e é um marco na arqueologia fluminense. Segundo relatos de moradores do entorno, a prefeitura de São Gonçalo não realiza qualquer tipo de manutenção no local há anos, e sequer mantém a sinalização que indica sua localização visível: ela está coberta por matagal. A linda e histórica capela católica fica na Av. Ivan dos Santos, 84-156, em Itaóca.

Atualização / Opinião:

Apesar de todo o noticiário sobre a Capela em várias fontes (G1, Extra, O São Gonçalo, etc) dizer que é tombada pelo Inepac, recebemos informação oficial de que seu tombamento seria só municipal, e que o bem não é tutelado pelo Inepac. Deve ser por isso que ainda está de pé, e não corre o risco de desabar amanhã como o Palacete da Mandiqueira, este sim, tombado pelo órgão.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Capela histórica em São Gonçalo está em péssimo estado de conservação

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Capela histórica em São Gonçalo está em péssimo estado de conservação
Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Obrigado mais uma vez Diário do Rio e Quintino Gomes Freire por compartilhar nossos apelos e nossas preocupaçoes com o Patrimonio Fluminense.
    Essa tem sido uma verdadeira LUTA , enfrentando o descaso e preterimento das autoridades ao longo de DÉCADAS de abandono. Falta de estrutura, inoperância, falta de comprometimento e tambem a inércia do orgao em muitas gestoes muito contribuiu para esse estado calamitoso que se encontra o Patrimonio Fluminense nos dias de hoje . De qualquer forma, a LUTA continua sempre e estamos atentos e recebendo pelo BRIGADA DO PATRIMONIO ( 21) 98913 1561 denúncias de incêndios, atentados, colapsos e descaso com a nossa mais importante herança do passado – o patrimonioHistórico .
    Obrigado sempre pela repercussao dessas pautas tao importantes e entender a urgencia e gravidade desses assuntos.
    Todavia, cabe esclarecer que a Capela da Luz nao é tombada pelo INEPAC , e apesar de eu ter conhecimento que era tombada pelo IPHAN, acabo de verificar que o Processo de numero 864, iniciado em 1972 que pedia o tombamento federal do Conjunto Rural incluindo a Casa de Fazenda da Luz e a Capela da Luz foi INDEFERIDO. Portanto ela esta tombada somente a nível MUNICIPAL . Ou seja, a Capela Nossa Senhora da Luz foi registrada como patrimônio histórico municipal no ano de 1985.
    Seguimos a disposiçao e para maiores detalhes e outras fotos faça contato diretamente .
    Abraço do Claudio Prado

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui