Excelente notícia para o bispo Marcelo Crivella, Carlos Bolsonaro e sua mãe, Rogéria Bolsonaro, se filiaram ao partido Republicanos, o mesmo do prefeito. Inclusive, a ficha de filiação de Carlos foi abonada pelo próprio Crivella.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

O vereador procurava um partido que pudesse ser temporário, até a fundação do Aliança Pelo Brasil, que só deve estar oficializado após as eleições de outubro. E assim sai do PSC, do agora arqui-inimigo, governador Wilson Witzel.

Já Rogéria, mãe de Carlos e primeira mulher de Jair Bolsonaro, foi vereadora no Rio de Janeiro por dois mandatos, entre janeiro de 1993 e janeiro de 2001. 

A ida dos 2 Bolsonaros para o partido de Crivella dá uma verdadeira sobrevida a campanha para sua reeleição. O presidente Jair Bolsonaro disse que não apoiaria ninguém para prefeito no Rio, mas ficará bem difícil para os bolsonaristas não caminharem com o bispo em outubro, já que o próprio 02 estará em seu partido.

4 COMENTÁRIOS

  1. Esta e uma das razoes pelas quais o voto deveria ser facultativo, para nao alimentar alian¢as espurias e interesseiras como esta e tambem porque democracia com voto obrigatorio e democracia pela metade.

  2. Crivella não irá se reeleger! Um dos piores governos de todos os tempos, ausência de governo, não deixou nenhum legado para a cidade, nem a reforma da Central do Brasil conseguiu entregar para a população. E o Carlos Bolsonaro esquece que é vereador da cidade do Rio e só luta por coisas que são responsabilidade do pai dele. Me digam, o que o Carlos fez pela cidade do Rio? Projetos? Nunca vi ele falando sobre os desafios e potencialidades da cidade: turismo, segurança pública, meio ambiente, patrimônio histórico e cultural. Não vejo ele se manifestando com fervor ou paixão pela cidade. Só vejo ele falando sobre o que acontece em Brasília. E sobre o Rio? Conseguiu sentar no trono de vereador e ficou lá sem fazer nada. Carlos ”representando” o Rio como vereador é igual à ausência de governo do Crivella.

  3. Está explicado o porquê o Bispo Prefeito Crivella recuou na proteção dos cariocas dando um passo mais para próximo do que defende o Miliciano PR Bolsonaro, isto é, afrouxar as determinações de isolamento social.
    Na semana que vem ele estará determinando a volta dos eventos, do comércio e das aulas.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui