Com show de Belo, Olimpo reabre nesta sexta na Zona Norte do Rio

Casa de shows na Penha Circular era muito popular no início dos anos 2000; tentativa de reabertura no primeiro semestre, com outro nome, não deu certo

Belo é um dos principais nomes do pagode - Foto: Divulgação

Muito popular no início dos anos 2000, a casa de shows Olimpo, na Penha Circular, Zona Norte do Rio de Janeiro, reabre nesta sexta-feira (08/09) após oito anos fechada.

A noite de reestreia será focada principalmente no pagode, tendo como atração principal o cantor Belo e como grupos de abertura Caju Pra Baixo e Bartalê. O DJ Zullu completa a noite. Os ingressos para o evento, já em 5º lote, estão custando R$ 70.

Vale ressaltar que o espaço tentou ser reaberto em março, com o nome de Rio Music Stage, inclusive com show do próprio Belo, mas não emplacou e acabou fechando as portas novamente em pouquíssimo tempo.

Rene Silva, fundador da ONG ”Voz das Comunidades” e um dos sócios do novo Olimpo, ressalta que a reabertura da casa será muito importante para a cultura do Subúrbio carioca.

”Essa casa já foi palco de grandes shows de artistas renomados país afora, então significa voltar a mostrar a Zona Norte do Rio como um polo cultural, além de movimentar muito a economia local. Além de shows, também estamos planejando locar o espaço para congressos, lançamentos de eventos e promover stand-up comedy, já que não tínhamos uma grande casa com esse porte no Subúrbio”, disse.

O sócio Rogério Cerqueira, por sua vez, comenta com otimismo que o projeto nasceu de uma vontade de relembrar os bons momentos que a casa proporcionou ao público.

”Esperamos resgatar a autoestima local trazendo alegria e oportunidades para todos que possam ser impactados direta e indiretamente com esse novo empreendimento. Gerando emprego à população e oportunidades de palco para artistas locais. Esperamos escrever uma nova história e marcar a memória da próxima geração com bons momentos. O ‘gigante’ acordou”, afirmou.

História

Inaugurado em 1999 com show de Roberto Carlos, o Olimpo recebeu ao longo dos anos diversos nomes famosos da música brasileira, como Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Alexandre Pires, Felipe Dylon, Falamansa, Zeca Pagodinho, Sorriso Maroto, Natiruts, O Rappa, Charlie Brown Jr., Pitty, entre diversos outros, inclusive o próprio Belo.

Em 2002, o Grupo Revelação gravou por lá o álbum ”Ao Vivo no Olimpo”, que vendeu 700 mil cópias, rendendo um disco de platina duplo à banda então liderada por Xande de Pilares.

Posteriormente, a casa mudou seu estilo de programação, deixando de lado os shows de artistas consagrados e passando a investir em baladas de pagode e funk, como bailes da Furacão 2000 e similares.

A cerveja barata, por vezes custando R$ 0,99, também era uma marca registrada do local. O Olimpo encerrou as atividades em 2015.

Serviço

Reabertura do Olimpo – Belo | Caju Pra Baixo | DJ Zullu | Bartalê

  • Data: 8 de setembro de 2023 (sexta)
  • Horário (abertura da casa): 22h
  • Endereço: Avenida Vicente de Carvalho, 1.450 – Penha Circular – Rio de Janeiro/RJ
  • Classificação: 18 anos (menores somente acompanhados do responsável legal)
  • Preço (5º lote): R$ 70
  • Ingressos
Advertisement
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui