Contrato com empresa paulista que organizaria Réveillon do Rio é cancelado

Segundo fontes do DIÁRIO DO RIO, o motivo teria sido falta de patrocínios

Réveillon Copacabana - Foto: Alexandre Macieira | Riotur

O contrato entre a empresa paulista M. Checon Cenografia e a Prefeitura do Rio para organizar o Réveillon da cidade foi cancelado. Segundo fontes do DIÁRIO DO RIO, o motivo teria sido falta de patrocínios.

A M. Checon Cenografia venceu a concorrência lançada pela Riotur, segundo foi publicado em novembro no Diário Oficial da prefeitura do Rio. A outra concorrente, a Sr. Com, do cenógrafo Abel Gomes, teria sido eliminada por não ter atendido a uma das exigências do edital, ao não apresentar fontes de patrocínio suficientes para custear a celebração.

Intitulado “O Réveillon da Nova Era”, o projeto prometia o maior Réveillon do mundo e o primeiro carbono zero. A empresa planejava 11 palcos espalhados por toda a cidade, em Copacabana, Flamengo, Guaratiba, Ilha do Governador, Madureira, Paquetá, Penha, Ramos e Sepetiba.

O DIÁRIO entrou em contato com a Riotur, mas até o momento desta publicação não obteve retorno. A matéria será atualizada tão logo isso ocorra.

Advertisement

6 COMENTÁRIOS

  1. E se preparem para 2023. Se o Socialismo assumir esse país, o povo não vai ver 1 centavo de investimento privado. Empresário não investe em país com presidente ex-presidiario.

  2. Gasta a vontade Prefeito nervosinho da Lava-Jato!! Fevereiro vem aí e o senhor vem passando a sacolinha do IPTU pra bancar essa farra toda. As pessoas vivendo de auxílio de 600,00, placas de alugo e vendo por toda cidade, encontrando dificuldades pra pagar o iPTU e o senhor jogando dinheiro publico no ralo. Depois fica pedindo emprestimos em nome do municipio, pq as contas não fecham. Muito facil admnistrar dessa forna. Pro senhor prefeito não tem problema nenhum, ja ganhou muito dinheiro na lava-jato, já garantiu o futuro até dos netos. Enfim, em 2026 vamos ver se vanos continuar fazendo L nas urnas pra prefeito do Rio, ou se vamos eleger um Novo Prefeito com respomsavilidade fiscal, que nao fique fazendo dívidas em nome do municipio e torrando dinheiro em festas pra desviar dinheiro.

    • Digo 2024. Eleicoes pra prefeito serão em 2024. E o povo ta de saco cheio de sustentar cabide publico e maquina pública ineficiente. Queremos Estafo minimo e menos imposto a pagar, por isso aqui no Rio ninguem faz L, aqui é 22.

    • Seja o L ou arminha na mão, vou e rir da cara de quem espera alguma coisa desta cidade podre e deste país podre. A meia noite do dia 31/12 era para todo mundo dormir pra acordar para trabalhar no dia seguinte.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui