Convento do Carmo, no Centro do Rio, será transformado em espaço cultural

Prevista para 2022, a primeira exposição no local mostrará ao público itens valiosos encontrados durante as obras de restauração, como louças inglesas e talheres de prata

Convento do Carmo, no Centro do Rio - Foto: Reprodução

O Convento do Carmo, localizado no cruzamento das rua Primeiro de Março e Sete de Setembro, em frente à Praça XV, na região central do Rio de Janeiro, será transformado em centro cultural. De acordo com informações do site ”Agenda Bafafá”, o local terá um restaurante, biblioteca e salas de aula, e o investimento será de cerca de R$ 30 milhões.

Construído em 1620, o imóvel passou aproximadamente 100 anos cedido à Universidade Cândido Mendes e depois ficou inoperante. Em 2017, porém, a Procuradoria-Geral do Estado decidiu recuperá-lo por meio de recursos próprios.

Prevista para 2022, a primeira exposição no local mostrará ao público itens valiosos encontrados durante as obras, como louças inglesas e francesas, garrafas de vinho, talheres de prata, cachimbos, búzios e fragmentos de cerâmica. Vale ressaltar, porém, que ainda não há uma data oficial para a inauguração.

O Shopping Paço do Ouvidor é o ponto de encontro no Centro do Rio. Passa no Paço

Em junho de 2015, o DIÁRIO DO RIO, através do jornalista Felipe Lucena, contou a história do local, que já foi sede do Real Gabinete de Física e desde 1960 é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Quanto mais centros culturais, melhor. Mais um ponto de encontro para quem busca conhecimento, educação e lazer.
    A cidade precisa de mais pontos de atração como esse.

  2. Mais um centro cultural pra gente bancar (IMPOSTOS). Um dos maiores IPTUs do Brasil. O maior ICMS sobre combustiveis da federação, maior imposto sobre a energia eletrica… todos os impostos no Rio de Janeiro são surreais. O gpvernador junto com a Alerj pegaram o caixa do Estado e distribuiram em aumemto pra funcionarios publicos. Pegam o dinheiro que recebem de royalties do petroleo e torram todo com folha de pagamentos e besteiras. O foco da administração publica do Rio deveria ser reduzir impostos pra atrair novas empresas prp Estado e municipio. O Rio esta acabado, foi perdendo ao longo dos anos sua industria pra outros estadps devido aos impostos elevados que se cobra aqui. E nao adianta que os governantes nao se tocam, continuam priorizando a mamata em detrimento da modernizacao e competitividade do estafo e municipio. So aumemtam impostos achando que os royalties vao durar a vida inteira. Voces serao engolidos pela admnistracao eficiente dos outros estados. Olha pra Sao paulo veja se estao dando aumento pra funcionarios publicos e politcos em plena pandemia? Voces torraram dinheiro com uma nova sede de luxo da Alerj, com a pipulacao desempregada passando fome e dormindo na porta do predio de luxo da nova Alerj. Voces estao destruindo o resto que sobrou dessa cidade e desse estado, bando de corruptos. Não eh a toa que nos outros estados ja conhecem o Rio cpmo berço da corrupção politica e da mamata. O Prefeito manda oa restaurantes e comercio fechar toda hora, restringir o publico, no entanto nao isentou o IPTU desses pobres comerciantes que foram atingidos por decisoes arbitrarias. E agora? Agora que a predeitura e o Estado estao com os cofres cheios continuam explorando o IPTU comercial desses lojistas. Muitos ate ja fecharam as portas e endividados vão ter que dar dinheiro pra Prefeitura. A prefeitura ta precisando dessa grana pra dar mais aumento e mamata.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui