Mesmo tendo se aproximado do clã Bolsonaro para uma eventual aliança visando as eleições municipais, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, não parece estar alinhado com a cúpula bolsonarista em relação as medidas de enfrentamento a pandemia do Coronavírus.

Nesta terça-feira (12/05), a prefeitura anunciou que vai manter fechadas na cidade atividades consideradas essenciais pelo presidente Jair Bolsonaro em decreto publicado na segunda-feira (11/05), como salões de beleza, barbearia e academias.

Em nota, o município informou que a administração toma medidas “com a comunidade científica” e de acordo com os dados sobre o avanço do coronavírus.

Ciente da prerrogativa de cada estado e município analisar suas respectivas situações, o município mantém tais atividades fechadas, visto que as curvas da Covid-19 no Rio de Janeiro são ainda crescentes e é preciso evitar a propagação do contágio“.

A decisão do município se baseia num julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) do mês passado que deu autonomia a estados e municípios para definir regras de isolamento em meio à pandemia de Covid-19.



1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui