Cala Boca Stallone A notícia do dia hoje é o das críticas do astro de ação Sylvester Stallone ao Brasil durante entrevista na Comic Con 2010 no painel de lançamento de seu filme “Mercenários”. As críticas vieram em forma de piada mas parece que os brasileiro não riram muito. O Fabio Barreto (crítico de cinema), do SOS Hollywood, fez um bom post sobre o assunto

 

Veja algumas das “piadas”:

  • “Explodimos tudo lá. No Brasil você pode explodir, matar e fazer o que quiser, as pessoas ainda dizem obrigado e você ainda pode levar um macaco para casa”
  • “A equipe de filmagens tinha 65 pessoas e ninguém falava inglês; apenas um tradutor precisava se comunicar todos, então foi difícil. Muito difícil. A barreira da língua atrasou muito as coisas”
  • Foram precisos 70 seguranças para garantir o bem-estar de sua equipe durante o período numa área cheia de roubos e violência”
  • “os policiais deles usam camisetas com o símbolo de uma caveira, armas e uma adaga no crânio, aí vocês tem uma idéia de como a situação é perigosa por lá”
  •  

    Eu sou o primeiro a defender o bom humor quando criticam nossa cidade. Foi o caso da propaganda do Burger King e do Robin Williams. Piada não pode ter censura, se faz graça no exagero, no limite. Mas seria esse o caso das frases de Sylvester Stallone?

     

    A cidade realmente é violenta (como qualquer grande cidade do mundo), para fazer uma gravação com câmeras caríssimas é normal contratar seguranças e o símbolo do BOPE é meio exagerado para uma polícia urbana, vá lá…

     

    Mas o astro pecou no exagero, fez humor jogado para um preconceito extremo. Tudo foi de extremo mau-gosto e eu que estava doido para assistir o filme estou pensando em entrar no boicote ao filme.

     

    Pensando não! Boicote! E vamos enviar todos um email à California Filmes, distribuidora do filme, dizendo para o filme ser boicotado por eles! Bem, eles devem até ter contrato, etc, gerando impedimento por parte deles, mas devemos mostrar nosso descontentamento.

     

    MERCENÁRIOS NÃO!

    Comente

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui