Cristo Redentor por Bacco Morsica le Mele Vocês lembram da história que a Arquidiocese do Rio de Janeiro queria indenização pelo uso da imagem do Cristo Redentor no filme 2012? De acordo com a coluna Gente Boa de hoje no O Globo tem gente querendo também royalties do Cristo Redentor e não é deputado ou senador do Rio Grande do Sul.

 

A família do escultor francês Paul Landowski, executor dos braços e rosto do Cristo Redentor, notificou uma joalheria brasileira para receber os royalties da imagem. Também receberam o mesmo aviso as empresas que patrocinam as obras do monumento e ainda a agência de publicidade.

Entretanto é a Arquidiocese quem, tradicionalmente, dá a autorização do uso de imagens do maior símbolo do Rio de Janeiro. Afinal é ela a detentora dos direitos. E, mesmo que não fosse, o direito sobre a obra duram 70 anos, como o Cristo foi inaugurado em 1931… teria vencido, no máximo, em 2002.

 

Foto: Cristo Redentor por Bacco Morsica le Mele

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui