Eduardo Paes se revolta após apresentação com conotação sexual em escola do Rio: ‘Inaceitável’

Prefeito publicou um vídeo em suas redes sociais onde manifestou sua indignação com o caso

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Eduardo Paes
Eduardo Paes - Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O prefeito Eduardo Paes foi às redes sociais para se manifestar contra uma apresentação de escola com o funk intitulado “Cavalo ficou tarado” que foi realizada para crianças e adolescentes no Ciep Luiz Carlos Prestes, na Cidade Deus, na Zona Oeste do Rio. O caso foi relato em artigo do jornalista Quintino Gomes, aqui no DIÁRIO.

A postagem do prefeito ocorreu na noite desta segunda-feira (28/08) após o vídeo que mostra uma mulher com máscara de cavalo ‘galopando’ em um homem no pátio da instituição na frente dos alunos viralizar na web.

“Olha os cavalos no cio”. “Vem mulher, vem galopando que o cavalo tá chamando”. “Cavalo taradão”. “Cavalo ficou danado, galopa de frente, galopa de lado”. “Ela toma, ela vai pra frente, ela vai pra trás”. “Depois senta e rebola”. Esses são alguns trechos da música apresentada na escola.

Ainda durante a apresentação, três homens com roupas de bailarina aparecem saltando no meio do pátio e realizando passinhos de funk.

Advertisement

Quintino: Vídeo do “Cavalo Tarado” em Escola Municipal do Rio mostra descontrole na Educação

De acordo com o prefeito, o vídeo é absurdo e inapropriado para o ambiente escolar. “Queria entender o que se passa na cabeça de alguém que acredita que isso possa ser apresentado para crianças. Eu reagi como qualquer pessoa lúcida que vê essa gravação, com muita indignação e repúdio”, disse.

Paes reforçou também que vai endurecer o controle sobre qualquer atividade realizada nas escolas municipais. “A criança está na escola para estudar, aprender, desenvolver habilidades. Nós vamos endurecer o controle sobre qualquer apresentação, atividades ou palestras feitas nas escolas municipais principalmente por esses grupos independentes para que isso não volte a acontecer. Eu não admito que a gente desperdice tempo e exponha crianças a esse tipo de conteúdo”, complementou.

O prefeito ainda informou que o grupo está proibido de se apresentar em qualquer instituição de ensino. “Se houver qualquer recurso público envolvido vai ter que ser devolvido porque a prefeitura só autoriza atividades de classificação livre na escola. Aliás, mais uma má fé desse grupo que se apresentou à direção da escola como se esse absurdo fosse de classificação livre”, explicou.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Eduardo Paes se revolta após apresentação com conotação sexual em escola do Rio: 'Inaceitável'
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui