Eleições 2020 muda composição na ALERJ e PSDB pode ter deputado

Novos deputados serão Wellington José da Silva (PMB) e Noel de Carvalho (PSDB). Ainda há a possibilidade de outras mudanças no 2º turno

Foto: Cecília Barbosa

Dois deputados estaduais venceram as disputas por prefeituras do estado nestas eleições municipais, ocorridas domingo (15/11). A deputada Marina Rocha (PMB) foi eleita em Guapimirim, na Baixada Fluminense, com 48,71% dos votos; e o deputado Welberth Rezende (Cidadania) será o novo prefeito de Macaé, na Região Norte Fluminense, eleito com 23,93% dos votos. Já o deputado estadual Renato Cozzolino (PP), que disputou a prefeitura de Magé, na Baixada Fluminense, teve a maioria dos votos (27,13%). Entretanto, a validação da candidatura dele aguarda julgamento de recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Ao todo, 15 deputados disputaram as eleições municipais deste ano.

A vaga ocupada por Marina será preenchida pelo suplente Wellington José Da Silva (PMB), que recebeu 11.568 votos na eleição para deputado de 2018. Wellington é comerciante no Rio de Janeiro e assumirá seu primeiro mandato. Na vaga do deputado Welberth Rezende deverá assumir o candidato Noel de Carvalho (PSDB), que teve 24.614 votos e atua na cidade de Resende, Região Sul Fluminense. Ele foi deputado estadual na Alerj por três mandatos (1998, 2002 e 2006), além de secretário de Agricultura no governo Anthony Garotinho (1999-2002) e de Habitação no governo Sérgio Cabral (2007-2008). Noel também foi prefeito de Resende por duas vezes (1976 e 1988). Desta forma o PSDB volta a ter representante na ALERJ, já que Luiz Paulo (sem partido) abandonou o ninho tucano por não concordar com a mudança no diretório do Rio de Janeiro feita pelo governador de São Paulo João Dória, que jogou o partido para a direita.

Caso Cozzolino tenha sua candidatura validada, quem assume em seu lugar é Celia Jordão (PRP), esposa do prefeito de Angra dos Reis. Mas mesmo que ele não tenha a candidatura validada, não poderá reassumir o mandato como deputado estadual, por ter, supostamente, se beneficiado eleitoralmente de um programa social do governo do estado. Cozzolino teve não só o registro de sua candidatura em Magé indeferido como o próprio mandato parlamentar cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Ainda na disputa pelo 2º turno

A disputa eleitoral continua para o deputado Léo Vieira (PSC), que segue para o segundo turno em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O parlamentar recebeu 19,48% dos votos e tem como vice o também deputado Marcos Muller (SDD). Caso vençam assumem a cadeira de deputado Jalmir Junior (PRTB) e Rogério Paes (Podemos)

Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, a situação também está indefinida: existe a possibilidade de o deputado Marcelo Dino (PSL) e o candidato Dica (PL) continuarem concorrendo à prefeitura, dependendo do resultado do recurso do atual prefeito Washington Reis, que teve a candidatura indeferida pelo TRE. Na espera pela vaga de Dino, está Charlles Batista (PSL).

Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. […] Outros novos deputados devem chegar em 2021, devido as eleições de 2020, é o caso de  Wellington José Da Silva (PMB), Noel de Carvalho (PSDB) e Celia Jordão (PRP). Ambos assumirão vagas de prefeitos eleitos no 1º turno. Já Jalmir Junior (PRTB) e Rogério Paes (Podemos) torcem por Léo Vieira (PSC) em São João de Meriti, já que o vice dele também é estadual. […]

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui