Em parceria com a União Europeia, Rio avança em programa de sustentabilidade com incentivo a ações de economia circular

Iniciativa integra políticas econômicas, sociais e urbano-ambientais para a gestão de resíduos plásticos na cidade

Divulgação

Destino internacionalmente conhecido, o Rio celebra a retomada do turismo e do mercado de eventos, a chegada de novos negócios e visitantes, mas não deixa de lado seu compromisso com o desenvolvimento de uma cidade mais sustentável e ambientalmente igual para todos. O município se destaca como um dos poucos no país a desenvolver uma agenda verde com o apoio de organismos internacionais, como a parceria entre a Prefeitura e a União Europeia, por meio do Programa Plásticos Circulares nas Américas (CPAP), com foco no desenvolvimento de estratégias para uma gestão mais sustentável de resíduos plásticos e incentivos a ações de economia circular.

A iniciativa vai promover uma nova troca de experiências na cidade, na próxima quarta-feira (24/08), onde serão trabalhadas ações propositivas para o fomento da economia circular na cadeia de valor do plástico no município. Também serão debatidos os desafios que o Rio enfrenta, como a viabilização de maior volume de resíduos plásticos pós consumo e a reciclagem em escala no município; o incentivo a novos negócios capazes de promover a geração de empregos verdes; a incorporação de processos inovadores na cadeia produtiva do plástico e ações de prevenção à poluição e corpos hídricos por plásticos.

O encontro vai reunir importantes parceiros da Prefeitura e organizações do setor como a Abiplastic, UFRJ, UERJ, Universidade Veiga de Almeida, Instituto BV Rio, Rede Brasil Pacto Global da ONU, entre outros.

Plásticos Circulares nas Américas

O Programa Plásticos Circulares nas Américas (CPAP) é uma iniciativa financiada pela União Europeia que escolheu a capital fluminense para a troca de experiência em ações de fomento à agenda verde. O CPAP tem o objetivo de apoiar a transição para uma economia circular de plásticos por meio do diálogo e da cooperação internacional, no Brasil e na Colômbia.

Ao longo de 2022, o CPAP irá promover três encontros para estimular a busca de alternativas viáveis e alinhadas com os objetivos do programa. O primeiro evento foi realizado em junho, no Planetário da Gávea. O próximo está previsto para novembro com a participação de representantes europeus.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui