Estação de trem em Santa Cruz é fechada após ameaça de ataques

De acordo com a SuperVia, as estações estão fechadas para uma manutenção emergencial, no trecho entre Benjamim do Monte e Santa Cruz

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Reprodução da Internet

Uma estação de trem da SuperVia, localizada em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, encontra-se temporariamente fechada. A situação foi reportada pelo programa Balanço Geral e discutida pelo apresentador Tino Junior na tarde desta terça-feira (24/10).

De acordo com Tino, o fechamento ocorreu em decorrência de novas ameaças de ataques, após o sepultamento miliciano Matheus da Silva Resende, mais conhecido como Faustão, sobrinho do miliciano Zinho. Ele faleceu, na segunda-feira (23/10), em decorrência de uma troca de tiros com Policiais Civis na comunidade do Três Pontes, em Paciência.

Em represália à morte do miliciano, exatos 35 ônibus, 2 caminhões, 2 carros de passeio, 1 estação de BRT e 1 uma composição de trem foram queimados por criminosos, em diversos pontos da cidade, mais precisamente na Zona Oeste do Rio, prejudicando mais de 2,5 milhões de passageiros e gerando prejuízo de quase R$ 38 milhões aos cofres públicos.

Em nota a concessionária emitiu informou que o fechamento trata-se de uma necessidade de manutenção emergencial na via férrea: “Os trens do ramal Santa Cruz circulam somente entre as estações Central e Campo Grande com intervalos de aproximadamente 20 minutos. O trecho entre Benjamim do Monte e Santa Cruz as estações estão fechadas para embarque e desembarque. Lamentamos o transtorno e trabalhamos para o rápido restabelecimento.”

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Estação de trem em Santa Cruz é fechada após ameaça de ataques
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui