Foliões de Olinda ironizam Carnaval do Rio em post nas redes sociais: ‘Aqui ninguém esconde bloco’

Alfinetada se refere aos chamados blocos secretos da capital fluminense, que não divulgam data, local e horário para evitar aglomeração e confusão

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Boi Tolo (Foto: Reprodução Observatório das Metrópoles)

Uma postagem onde foliões de Olinda, em Pernambuco, alfinetam os chamados “blocos secretos”, aqueles que não divulgam horário e local, e são comuns no Rio de Janeiro, tem viralizado nas redes sociais. A mensagem compartilhada na internet diz que a cidade nordestina, que promove um dos maiores carnavais do país, não tem a cultura de “esconder blocos”, com uma “determinada cidade que preferimos não citar”.

O post, de origem desconhecida, prossegue com as provocações, afirmando que os blocos secretos fazem isso para “não dar gente errada”, e que em Olinda, não é necessário “entrar no Whatsapp” para descobrir onde os blocos estão: “Olinda não tem nada disso. Horário marcado, todo mundo lá, vamos brincar”, conclui a postagem. 

Veja

WhatsApp Image 2024 01 25 at 14.56.08 1 Foliões de Olinda ironizam Carnaval do Rio em post nas redes sociais: 'Aqui ninguém esconde bloco'

Blocos secretos do Rio de Janeiro

O Carnaval deste ano no Rio de Janeiro contará com mais de 450 blocos oficiais, mas fora da contagem da Prefeitura estão os blocos secretos, com público menor, seguindo a premissa de que menos gente é garantia de mais curtição e menos confusão. Uma filosofia totalmente diferente dos Mega Blocos, por exemplo, que chegam a arrastar mais de 1 milhão de pessoas pelas ruas da capital fluminense

Esses bloquinhos não possuem perfis nas redes sociais, não divulgam data, hora e lugar de saída. Geralmente saem do Centro da Cidade e vão sem rumo pelas vias da região e adjacências. O mais famoso deles na capital carioca é o Boi Tolo, considerado pioneiro na “clandestinidade” dos blocos. Atualmente é um dos mais queridos e procurados pelos foliões, e já não é mais tão secreto assim.

Advertisement

Insegurança também motiva a cultura dos blocos secretos

Embora não seja exclusividade dos cariocas, São Paulo também se faz valer dessa prática, os blocos secretos tem ganhado cada vez mais adeptos, muito em função da falta de segurança. A tendência é que os infratores preferiram desfiles com mais gente, para poder praticar furtos sem serem notados.

Porém, nos últimos anos, nem os blocos secretos têm escapado dos crimes, principalmente aqueles que vão noite adentro. Os bandidos têm se aproveitado da falta de policiamento nesse horário para cometerem delitos.

Ex-secretário de turismo do Rio, e atual consultor da pasta, Bruno Kazuhiro entende que o Carnaval é uma festa democrática, mas também chama atenção para a questão da segurança pública e o receio dos foliões com a escalada de violência.

O Carnaval é uma festa essencialmente popular e democrática. Por isso, os blocos não deveriam selecionar quem pode participar. Por outro lado, o cenário da segurança pública na cidade é grave e o Carnaval inspira ainda mais receio. Também é difícil julgar quem tenta proteger sua integridade. Cabe à cidade e ao estado garantirem a segurança para reconstruir a confiança entre as pessoas

O que diz a polícia

Em contato com o DIÁRIO DO RIO, a Polícia Militar informou que tem implementado um esquema especial de segurança dos blocos. A força-tarefa começou no último fim de semana, na apresentação dos blocos Carrossel de Emoções, no sábado (20/01) e Chá da Alice no domingo (21/01).

Ao todo, 1.400 policiais militares foram escalados para a segurança dos cortejos. Ainda segundo a PM, os agentes utilizaram o sistema de videomonitoramento em tempo real com software de reconhecimento facial. O monitoramento dos desfiles ocorreu por meio de câmeras acopladas nos drones.

A estratégia contou com o circuito de gradis ao longo da Av. Presidente Antônio Carlos, com 26 pontos de interceptação e revista com 250 detectores de metais que foram utilizados pelos policiais. Novamente, a corporação utilizou equipes que foram distribuídas por seis torres de observação ao longo do percurso e 28 viaturas em apoio.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Foliões de Olinda ironizam Carnaval do Rio em post nas redes sociais: 'Aqui ninguém esconde bloco'
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns ao Diário do Rio,que agora libera matérias na íntegra sem aqueles chatos cookies.
    Outro parabéns,pela matéria sobre os blocos em geral e inclusive os secretos.
    O que acontece, é que os tempos mudaram e a violência também.
    Carnaval como no passado,hoje não existe mais,uma pena.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui