Herói carioca: aposentado apaga incêndio criminoso na estação André Rocha, na Taquara

Luís Carlos Lemos estava passando de carro pela região quando viu as chamas e conseguiu usar um extintor para conter o fogo. ‘Foi o meu instinto de cidadão’

Foto: Reprodução/Eduardo Paes

Nas últimas semanas o prefeito do Rio, Eduardo Paes, vem divulgando fortemente os casos de vandalismo que estão acontecendo nos BRT’s do Rio de Janeiro em suas redes sociais. Inúmeros casos acontecem diariamente, porém, um homem resolveu fazer a diferença e salvou uma estação de um incêndio criminoso.

O aposentado Luís Carlos Lemos apagou um incêndio criado por um vândalo, em uma lixeira, na última terça-feira, (10/01), na Estação André Rocha, do BRT, na Taquara, na Zona Oeste. O vídeo do vândalo foi compartilhado pelo prefeito, que pede ajuda para identificar o criminoso.

De acordo com informações do G1, Luís estava passando pela região de carro e notou o fogo, parou o automóvel e com a ajuda de um extintor apagou as chama, evitando um prejuízo aos cofres públicos e passageiros.

“Estava passando, o sinal fechou e quando olhei para o lado vi as labaredas. Larguei o carro, peguei o extintor do carro e comecei a apagar o fogo. Não tinha ninguém na estação. Amenizei o problema do incêndio, o sinal abriu, aí peguei meu carro e parei do outro lado da rua e acabei de apagar o fogo”, contou Lemos ao G1.

O aposentado ainda diz que é estranho ser chamado de herói, pois ele apenas agiu como um cidadão comum. “Sou carioca, isso aqui é uma obra carioca. Depredar, quebra isso aqui, eu sei que é mais uma coisa que a prefeitura vai deixar de fazer alguma coisa melhor mais na frente. Foi o meu instinto de cidadão, de carioca. O incêndio é uma atitude de um vândalo. Quebrar um patrimônio nosso, eu não aceito. Particularmente como carioca, eu não aceito”, concluiu.

Proteja o BRT

Foi divulgado pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes, na última sexta-feira (06/01), o perfil @protejaobrt. A proposta das páginas (no Twitter e no Instagram) é expor as pessoas que cometerem atos de vandalismo em ônibus e estações.

Vamos tornar famosos aqueles que destroem o BRT. Quando você vir alguém destruindo esse patrimônio público comprado com seu dinheiro, dá o jeito de tirar uma foto ou fazer um filme e manda pelo DM do perfil @protejaobrt que a gente vai publicar lá a foto colorida dos pouco inteligentes (educado eu né?) que tornam a vida dos cariocas pior. Vamos cuidar do que é nosso”, disse Paes nas redes sociais.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Esses atos não são gratuitos. Com certeza, temos alguém tendo seus interesses econômicos sendo afetados, muito provavelmente máfia de vans e kombis. Nada justifica esse tipo de atitude gratuita. Nem cracudo faz isso de forma intencional.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui