Império Serrano é rebaixado; escola vai disputar a Série Ouro em 2024

A agremiação tinha vencido o desfile da Série Ouro em 2022 para voltar ao grupo especial

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Império Serrano - Foto: Tata Barreto | Riotur

A Império Serrano ficou na última colocação na apuração do Grupo Especial nesta quarta-feira (22/02) e vai disputar a Série Ouro do Carnaval do Rio em 2024. A escola foi comandada pelo carnavalesco Paulo Menezes e defendeu um enredo homenageando o cantor e compositor Arlindo Cruz.

O Império ficou com 265.6 pontos na apuração, um ponto atrás da Mocidade Independente de Padre Miguel, a 11ª colocada. A agremiação tinha vencido o desfile da Série Ouro em 2022 para voltar ao grupo especial.

Imperatriz vence o Carnaval do Rio

Contando a história de Lampião segundo os cordéis nordestinos, a Imperatriz Leopoldinense foi a grande campeã do Carnaval do Rio de Janeiro. 

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

A escola da Ramos não conquistava o troféu desde 2000, tendo ao todo nove títulos em sua história. A agremiação da Zona Norte do Rio levanta o caneco um ano depois de regressar ao Grupo Especial — em 2019, foi rebaixada para a Série Ouro, conquistou em 2020 o acesso e reestreou na elite em 2022, quando ficou em 10º lugar.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Império Serrano é rebaixado; escola vai disputar a Série Ouro em 2024

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Dizem que Madureira é o berço do samba, mas hoje o samba atravessa. Desfiles ruins ano a ano. A Tradição, dissidência da Portela tal como a Império no passado um dia se separou da águia hoje desfila no último grupo do carnaval. Por falar em tradições algumas como o bloco das piranhas e outros que faziam o bairro ferver até o fim do milênio foram extintos, esmagados pelo super desfile da intendente que concentra 100 escolas num unico lugar mas asfixia a realização de outras manifestações culturais. Claro, não podemos esquecer da violência e bandalheira dos espaços publicos. O investidor olha isso quando procura uma escola pra exibir sua marca. Com tudo isso, como formar novos sambistas e trazer sangue novo? Madureira chorou e chora, de novo…uma pena.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui