Justiça do Rio de Janeiro nega pedido de prisão domiciliar a Queiroz

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Queiroz sendo levado por agentes da Polícia Federal na manhã desta quinta (18/06) - Foto: Reprodução/TV Globo

Na madrugada deste sábado, 20/06, a desembargadora Suimei Cavaleiri, da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, negou o pedido de substituição da prisão preventiva de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), para prisão domiciliar.

O mérito do habeas corpus será julgado futuramente pelo colegiado da 3ª Câmara Criminal.

O advogado de defesa de Queiroz, Paulo Catta Preta, apresentou na sexta-feira (19) à Justiça do Rio um habeas corpus solicitando a substituição da prisão preventiva por tempo indeterminado por prisão domiciliar.

Queiroz foi preso na última quinta, em Atibaia, interior de São Paulo, em um imóvel do advogado de Flavio e Jair Bolsonaro.

Advertisement

Leia também

Águas do Rio alega não saber sobre situação da Cedae mas presidente foi diretor da empresa – Bastidores do Rio

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Justiça do Rio de Janeiro nega pedido de prisão domiciliar a Queiroz

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui