Justiça do RJ determina que fãs do Coldplay que não puderem ir em novas datas dos shows sejam reembolsados

A banda adiou a turnê no Brasil por conta de um problema de saúde do vocalista Chris Martin, que foi diagnosticado com uma infecção no pulmão

Foto: Reprodução/Redes Sociais - Coldplay

A Justiça do Rio determinou que a empresa Eventim, responsável pelos shows da banda inglesa Coldplay no Brasil, reembolse os valores dos ingressos dos shows dos espectadores que não puderem comparecer às novas datas das apresentações. A banda faria shows no Rio e em outros estados do país em outubro, porém aditou as datas para março de 2023 por causa de um problema de saúde de Chris Martin, vocalista do Coldplay, que foi diagnosticado com uma infecção no pulmão e recebeu ordens médicas para ficar afastado dos palcos.

A decisão é do desembargador Caetano Ernesto da Fonseca Costa, da 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ). E caso a decisão seja descumprida, a empresa Eventim pode receber uma multa de R$30 mil reais.

“Defiro assim a antecipação da tutela para determinar que a Agravada, em 48 horas, faça inserir com todos os pormenores as informações necessárias a permitir que os consumidores sejam esclarecidos integralmente das modalidades de reembolso, que por ora limito ao preço do próprio ingresso, sem o acréscimo pois da taxa do serviço administrativo e de correção monetária, para o que o contraditório se ostenta a princípio essencial”, afirma Caetano Ernesto.

A decisão é da semana passada.

Confira as novas datas:

Rio de Janeiro, Estádio Nilton Santos Engenhão

11 de outubro de 2022 > 25 de março de 2023

12 de outubro de 2022 > 26 de março de 2023

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Considerando o alto valor dos ingressos, não é necessário que muitos fãs deixem de ir nas novas datas para que seja mais vantajoso pagar a irrisória multa.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui