Leader tem novos donos e tenta reverter queda

A transição marca a segunda mudança de controle da Leader em apenas um ano

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

A Leader, que já foi uma das lojas de departamento mais renomadas do estado do Rio, atravessa uma crise sem precedentes. Fundada em Miracema, no Noroeste Fluminense, a rede chegou a contar com 180 unidades espalhadas pelo Brasil, mas hoje se restringe a apenas seis lojas, cinco das quais estão na capital carioca.

A situação crítica da Leader ganhou visibilidade após o DIÁRIO DO RIO relatar que a empresa deixou de pagar seus funcionários, realizou demissões em massa e até mesmo estava em atraso com o aluguel de sua principal loja no Centro do Rio.

O administrador judicial da varejista sugeriu a falência como o melhor desfecho para o negócio, mas a Leader agora está sob nova direção. Segundo informações do O Globo, a financeira Mauá Bank, através dos empresários Renato Vaz Heringer e Marcio Margreife Lima, assumiu o controle da empresa, com Heringer como presidente e Lima como diretor.

Advertisement

Essa transição marca a segunda mudança de controle da Leader em apenas um ano. Em 2020, a rede enfrentava um prejuízo de mais de R$ 159 milhões e uma dívida colossal de R$ 1,1 bilhão. As lojas da Leader são descritas atualmente como “elefantes brancos”, com mercadorias pouco atraentes, preços elevados, prateleiras vazias e corredores sem clientes.

Na tentativa de recuperar alguma rentabilidade, a Leader promoveu uma mega liquidação na última semana, mas o futuro da rede ainda é incerto.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Leader tem novos donos e tenta reverter queda
Advertisement

3 COMENTÁRIOS

  1. Não sei não! Uma empresa falida e com uma divida milionária com só 6 lojas. Ou esses caras são mágicos ou eles são muito bons ou acreditam em Papai Noel.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui