Memorabilia do tradicional Colégio Padre Antônio Vieira, no Humaitá, vai a leilão agora

Desde o Sino que anunciava a hora de entrada, saída e do recreio, até as placas comemorativas de cada uma das turmas que se formou na instituição quase centenária, vão ser apregoadas num leilão cuja parte on-line já começou.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Dentre os 73 lotes que serão apregoados pela casa de leilões, está o Sino Original, de 1949, que orientava os alunos e professores quanto aos horários de entrada saída e recreio / Foto: Reprodução da Internet - Site Leiloeiro

Fechado desde o ano passado, o Colégio Padre Antônio Vieira, no Humaitá, foi um dos mais tradicionais e conhecidos estabelecimentos de ensino da Zona Sul do Rio de Janeiro, famoso também por seu garboso uniforme escolar, com paletó e brasão, bem ao estilo das escolas particulares da Europa e dos Estados Unidos. Em 16 de maio último, o Prefeito Eduardo Paes decretou o tombamento do imóvel histórico da antiga escola, uma bela casa amarela e branca, repleta de afrescos e adornos, e que conta com um piso em ladrilho hidráulico bem característico do início do século XX.

Localizado no interior do terreno do antigo colégio, o imóvel estava ocultado pela construção existente junto à testada do lote, ou seja, junto à rua. Em vistoria, foi detectado o valor arquitetônico da edificação, construída entre o final do século XIX e o começo do século XX e, portanto, o interesse de sua inclusão na APAC existente”, explica na época a presidente do IRPH – órgão que cuida do patrimônio histórico da cidade, Laura Di Blasi.  Com a medida, na época ficou estabelecido que quaisquer intervenções físicas a serem realizadas no local deveriam ser previamente orientadas e aprovadas pelo Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH).

Um tempo depois da escola fechada, a casa de leilões Borgerth Teixeira Leiloeiros anunciou um grande Leilão Beneficente, a ser realizado hoje, às 20h, no Hotel Ibis da Rua Ministro Viveiros de Castro, em Copacabana. O leilão terá uma gama de peças que devem ser muito caras aos que estudaram e frequentaram o tradicional colégio. Desde placas comemorativas de bronze, que costumavam ornar as paredes da escola até os sinos de bronze que anunciavam a mudança dos tempos e a hora do recreio, vão ser vendidos um total de 73 lotes.

Carteiras escolares daquelas antigas, assim como armários também estão dentre os bens a serem leiloados em breve. O astro do leilão é o Sino original que anunciava a hora do recreio (foto): ele foi o primeiro sino usado nos primeiros anos do ‘Ginásio Padre Antônio Vieira‘, conforme informação que consta na página 84 do livro em comemoração aos 65 anos do colégio. “Foi substituído por aquele que todos conhecemos e que agora está na Paróquia ‘São José da Lagoa’ (Av. Borges de Medeiros n. 2735), graças à doação feita pela família Werneck. A peça está montada e parafusada sobre base de madeira e tem no seu corpo os nomes dos sete primeiros formandos do colégio, bem como os anos letivos nos quais ingressaram na instituição”, diz a página da Casa de Leilão.

Advertisement

A briga pelo Sino está grande: até o momento, antes mesmo do pregão acontecer, já são onze lances dados na plataforma online do leiloeiro. As placas comemorativas (são dezenas delas) são uma por ano, comemorando a turma que se formou no colégio. A mais antiga, é a de 1951. A maioria destas placas de bronze têm lances que começam de R$ 1.000,00.

Os lances poderão ser dados pela internet no site da casa de leilões, clicando aqui.

A Associação de Ex-Alunos do Colégio publicou uma carta, que reproduzimos, na íntegra:

No ano passado, com pesar, vimos o encerramento das atividades de nossa querida instituição de ensino. Porém as memórias e aprendizado serão sempre guardados com carinho especial, como podemos ainda hoje perceber na relação entre todos os antigos alunos.

O Colégio que formou por mais de oito décadas fechou, mas as histórias não se encerraram, estão sim, vivas em cada um de nós, com nossos ternos marinhos com o brasão do cruzeiro do sul estampado e, mais tarde em sua existência, nos uniformes das meninas que vieram enriquecer nossa experiência de vida.

Com o término de suas atividades, a direção do Colégio Padre Antonio Vieira procurou nossa associação a fim de possibilitar que parte desta memória, também representada sob forma das placas comemorativas de formatura, que tão bem conhecemos, pudesse voltar às mãos de seus ex-alunos a partir da realização de um Leilão Oficial.

O evento possibilitará que todos, mais uma vez, numa inequívoca união de esforços, mostre que os ideais de Vieira seguem vivos em cada um de nós, já que ficou decidido que os valores líquidos das arrematações serão revertidos para a Paróquia de S. José da Lagoa. Como muitos entre nós, o Leiloeiro escolhido para organizar e presidir o Pregão é ex-aluno, filho de ex-aluno e pai de agora ex-aluna, o que a nosso ver confere maior legitimidade e proximidade com nossos propósitos.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Memorabilia do tradicional Colégio Padre Antônio Vieira, no Humaitá, vai a leilão agora
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui