Ministério Público do RJ denuncia motorista de ônibus que atropelou e matou homem após o Réveillon

O motorista acelerou e passou por cima do homem que tentava impedir a partida do ônibus logo após o réveillon, na Avenida Nossa Sra. de Copacabana

Foto: Reprodução/TV Globo

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Territorial da área Botafogo e Copacabana, denunciou o motorista de ônibus Valdir das Mercês Junior por homicídio doloso triplamente qualificado (motivo fútil, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima). Ele é acusado de atropelar e matar intencionalmente Gilson Castro Silva na madrugada do dia 1º de janeiro de 2023, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana.

De acordo com o MPRJ, o denunciado ficou incomodado com a atitude da vítima, que, parada em frente ao ônibus, impedia seu prosseguimento. O motorista, então, deu pequenas aceleradas contra Gilson para ele sair da frente, o que não ocorreu. Pouco depois, Valdir acelera o veículo contra a vítima, que é derrubada, arrastada e esmagada pelo ônibus. 

A denúncia relata que ao menos quatro gravações de vídeo distintas registraram o fato. Também pontua que testemunhas viram o réu, irritado, jogar o ônibus propositalmente contra a vítima, o que arruína a alegação de que ele não percebeu que Gilson ainda estava em frente ao ônibus.

A denúncia foi oferecida à Justiça no dia 17 de janeiro, com pedido de prisão preventiva do motorista do ônibus. O processo aguarda decisão do Juízo da 4ª Vara Criminal da capital.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui