MPE e Freixo vão recorrer da decisão que absolveu Cláudio Castro

Julgamento aconteceu na quinta-feira (23/05), e foram quatro votos a favor da absolvição e três contra a cassação de mandato do governador

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Cláudio Castro - Foto: Rafael Campos

O Ministério Público Eleitoral e o ex-deputado Marcelo Freixo afirmaram que vão recorrer da decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio que absolveu o governador Cláudio Castro da acusação de abuso de poder político e econômico durante as eleições de 2022.

Apesar da absolvição, a maioria dos desembargadores reconheceu que há indícios de improbidade administrativa por parte dos réus e que 28 mil pessoas foram contratadas com dinheiro público, algo que a defesa admitiu ter ocorrido.

Castro, o vice-governador Thiago Pampolha, o presidente da Alerj, Rodrigo Bacellar, e outros 11 réus estão sendo investigados desde dezembro de 2022 por uso de cargos “secretos” para obter vantagem eleitoral no pleto de 2022.

Segundo Freixo, a decisão do TRE-RJ passa uma mensagem preocupante. Ele ressaltou a gravidade do uso de recursos públicos para as contratações do que ele chamou de cabos eleitorais, número que supera a quantidade de professores contratados pelo estado atualmente.

Advertisement

A votação no TRE-RJ foi apertada, com quatro votos a favor da absolvição e três pela condenação. Votaram pela condenação o relator Peterson Barroso Simão, a desembargadora Daniela Bandeira de Freitas e o presidente da Corte, Henrique Carlos de Andrade Figueira.

Por outro lado, Marcello Granado abriu a divergência na sessão desta quinta-feira, sendo seguido pelo juiz Gerardo Carnevale Ney da Silva e pelo jurista Fernando Marques de Campos Cabral Filho, que votaram pela absolvição.

Cláudio Castro, o vice-governador Thiago Pampolha, o presidente da Alerj, Rodrigo Bacellar, e outros 11 réus estão sendo investigados desde dezembro daquele ano.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp MPE e Freixo vão recorrer da decisão que absolveu Cláudio Castro
Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. Governador paraquedista, vice de Witzel, marionete da Alerj, mercadoria insignificante. Cassação e inelegibilidade é pouco. Cadeia no oportunista.

  2. Não é por nada não, mas já sabemos o destino desse aí.

    O que me incomoda é que a direita é eleita e reeleita e sempre quando é descoberto os esquemas desses governadores, só os políticos do PSOL vão para o embate (não digo nem esquerda). Só PSOL mesmo.

    A direita fica no miudinho.

    Assim não dá.

  3. Claudio Castro não está querendo mudanças na questão dos royalties do petróleo e gás para beneficiar o estado Fluminense. Por isso ele não vai cair. Governadores do Rio só caem se mexerem nesse vespeiro. A burocracia/finanças paulistas que é quem manda nos lucros do petróleo e gás Fluminense e já deram o recado quando colocaram Cabral, Pezao e Garotinho na cadeia quando esses quiseram as mudanças dos royalties do petróleo e gás Fluminense

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui