Nova placa sobre o ateliê de Augusto Rodrigues é colocada no local onde ficava a antiga, que foi roubada em outubro do ano passado

A nova placa, no Largo do Boticário, foi providenciada pela Prefeitura junto ao Instituto Rio Patrimônio da Humanidade - IRPH

Roubada em outubro de 2021, a placa metálica em referência ao artista plástico Augusto Rodrigues foi recolocada em seu lugar, no Largo do Boticário. A nova homenagem é de plástico, diferente do material anterior.

A nova placa foi providenciada pela Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro junto ao Instituto Rio Patrimônio da HumanidadeIRPH.

Augusto Rodrigues iniciou sua atividade como ilustrador e caricaturista no Diário de Pernambuco. Ao lado de Guignard (1896-1962), Candido Portinari (1903-1962), e outros, ele expôs, em 1934, na Associação dos Artistas Brasileiros, no Rio de Janeiro.

Em 1942, Augusto realizou uma exposição individual, com cerca de 100 desenhos, no Museu Nacional de Belas Artes (MNBA).

Em 1971, editou seu primeiro livro de poesia, 27 Poemas. O segundo livro, A Fé entre os Desencantos, foi publicado em 1980. Em 1989, lança Largo do Boticário – Em Preto e Branco, com 80 fotografias.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui